Casamento alternativo é ótima opção para quem é criativo e quer economizar

Crise econômica tem feito casais buscarem opções para driblar os altos valores tradicionais

Gabriella Gouveia

Para cada casal sempre existirá uma cerimônia que mais se encaixe às suas personalidades, casar nunca será um problema | <i>Crédito: Divulgação
Para cada casal sempre existirá uma cerimônia que mais se encaixe às suas personalidades, casar nunca será um problema | Crédito: Divulgação

Com a crise econômica que ronda a vida dos brasileiros, o sonho de fazer uma cerimônia de casamento dos sonhos parece muito distante da realidade. Para driblar o cenário, muitos noivos têm buscado as cerimônias alternativas, que além de serem, muitas vezes, mais atraentes que a tradicional, são também mais baratas.

Enquanto casar-se na igreja custa de R$ 1.500 a R$ 7 mil, dependendo da paróquia, os valores das cerimônias alternativas giram na casa de R$ 1 mil a R$ 1.400, dependendo da opção escolhida pelos noivos. A segunda opção ainda apresenta a possibilidade de também realizar a celebração do casamento com efeito civil, o que facilita mais a vida do casal e dos convidados.

Além das mais conhecidas e pedidas, como da Luz, Rosas, Areias, Árvore e Vinho, o cerimonialista e celebrante de casamentos, Rafael Faria, um dos nomes que mais crescem no setor, no estado de São Paulo, aproveita o mês das noivas para incluir, em seu repertório, outras celebrações inesquecíveis. São elas: a dos Temperos, da Água, do Fogo, dos Nomes e da Cerveja.

Na cerimônia dos "temperos" os padrinhos acrescentam uma sequência de temperos e cada um com um significado diferente representando uma característica e sentimentos que não podem faltar na vida a dois.

Para a realização da cerimônia da Água os noivos, previamente, escolhem uma sequência de características que mais se aproximam de sua personalidade. É essa sequência que vai determinar a cor da água que será usada, por cada um, durante a cerimônia. E detalhe: é surpresa, pois o celebrante apenas revela no momento em que enche a taça e surge a cor referente. Para completar este momento, cada um bebe um pouco de sua própria taça, como forma de interiorizar essas características e, na sequência, oferece o líquido ao amado, como forma de entregar o que tem de melhor.

O 'fogo' simboliza a vida, o conhecimento intuitivo, a iluminação, a paixão, o espírito. Tanto no ocidente como no oriente, o fogo é um símbolo regenerador e purificador, e o significado sobrenatural dele vai desde as almas errantes até o espírito divino. Para esta cerimônia, o casal escreve em um papel sentimentos e desejos que querem levar para o casamento. Fazem a leitura diante de todos e entregam o papel para o celebrante que acende a chama. Na sequência, o celebrante joga incenso para que a fumaça e seu perfume subam aos céus, pedindo proteção e concretização daqueles desejos.

Durante a Cerimônia dos "Nomes" os padrinhos leem o significado dos seus nomes, escritos em um pequeno pedaço de papel – tudo providenciado pelo celebrante, e depois guardam em uma caixa de madeira que será trancada e entregue aos noivos. O mesmo acontece com o nome dos pais e dos próprios noivos. Pra completar, antes da cerimônia começar, todos os convidados escrevem recados aos noivos, mas que apenas serão lidos em uma data específica, em cinco, dez ou vinte e cinco anos, para o casal relembrar aquele momento. Fazer memória das pessoas queridas que estiveram com eles e desejaram felicidade eterna.

Durante a cerimônia da "cerveja", o celebrante mistura os principais elementos usados para a fabricação da bebida, podendo estes serem trazidos pelos padrinhos até o altar da cerimônia. Cevada, um pouco de arroz e milho, água, fermento e lúpulo, entre outros. Cada qual com seu significado. Todos esses elementos se doam para criar um novo sabor, passando pelo processo da fermentação. "No casamento também é assim, para nascer uma nova família é preciso se entregar, disposto a mudar na combinação com que o outro também tem a oferecer.", conta Rafael.

Ao final, o celebrante abre uma garrafa de cerveja, serve os noivos que brindam e bebem diante de todos, levando consigo as taças como recordação deste momento.

"Para cada casal sempre existirá uma cerimônia que mais se encaixe às suas personalidades, casar nunca será um problema.", finaliza.

23/05/2017 - 11:00

Conecte-se

Revista Máxima