4 óleos que ajudam a emagrecer

Conheça as variedades que auxiliam na conquista de uma silhueta mais leve, sem exigir mudanças drásticas na alimentação

Diane Neubuser

Com exceção do óleo de coco, os demais não podem ser aquecidos, pois perdem as propriedades benéficas | <i>Crédito: Shutterstock
Com exceção do óleo de coco, os demais não podem ser aquecidos, pois perdem as propriedades benéficas | Crédito: Shutterstock

Seguir uma dieta de baixas calorias e praticar atividade física, diariamente, é a recomendação básica para emagrecer. Mas os experts em nutrição vêm descobrindo aliados que equilibram as funções orgânicas e ajudam a acelerar o metabolismo e... secar! Conheça quatro deles:

 

Óleo de coco

Acelera a metabolização de gorduras, tem ação antienvelhecimento e previne doenças degenerativas, como o câncer, por ser um antioxidante natural. “Ainda diminui o colesterol alto, é antibacteriano, antiviral, antiprotozoário e antifúngico”, explica a nutricionista Patrícia Lopes (SP). O óleo de coco in natura pode substituir o comum no preparo das refeições. Dá para cozinhar o arroz, temperar o feijão, a salada...

 

Óleo de linhaça

Evita picos de fome, baixa o colesterol alto, previne doenças cardiovasculares por ser rico em ômega 3, apresenta ação antioxidante e anticâncer e alivia os sintomas da menopausa. Acrescente na salada, na fruta, no iogurte. 

 

Óleo de cártamo

Combate a gordura localizada na região abdominal e auxilia na redução de peso. “Dá mais resultado quando consumido antes das refeições”, afirma Patrícia. Ele também é antioxidante e anti-inflamatório (bom contra a retenção de líquido e a celulite). Use cártamo em pratos frios.

 

Óleo de gergelim

Aplaca a vontade de comer doces e massas, lubrifica os intestinos e melhora o processo digestivo. Além das propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, é rico em cálcio e fortalece os ossos.

 

02/12/2017 - 11:00

Conecte-se

Revista Máxima