5 dicas para acelerar seu metabolismo

Algumas condutas fazem toda a diferença quando o assunto é queimar mais calorias e enxugar a silhueta. Veja como dar uma forcinha para o seu organismo

Patrícia Affonso

Exercícios e sono reparador estão entre os itens essenciais para o bom funcionamento do metabolismo | <i>Crédito: Shutterstock
Exercícios e sono reparador estão entre os itens essenciais para o bom funcionamento do metabolismo | Crédito: Shutterstock

1. Termogênicos
Quer recrutar aliados poderosos? Aposte nos termogênicos, que aceleram o metabolismo e estimulam o organismo a produzir mais calor que o habitual, auxiliando na redução de gordura. Segundo Diogo Círico (SC), nutricionista da GSuplementos, “quando combinamos os termogênicos com uma dieta adequada e uma rotina de exercícios físicos, os resultados são rápidos e significativos”. Aposte em ingredientes como canela, cafeína, guaraná em pó, pimenta, óleo de coco, chá verde e gengibre. Existem ainda suplementos termogênicos. Nesse caso, peça orientação ao seu nutricionista.

 

2. Integrais
Os integrais, por si só, não conseguem acelerar nosso metabolismo e nem possuem menos calorias. No entanto, eles contam com as fibras, que geram uma sensação de saciedade maior por terem um tempo de digestão mais longo. Ao consumir os integrais, você favorece também a queima de gorduras e ajuda a melhorar o funcionamento do sistema digestivo. Sempre que possível, opte por essas versões.

 

3. Exercícios físicos
Outro fator que é muito importante para acelerar seu metabolismo durante essa época do ano são as atividades físicas. De acordo com Diogo, uma rotina de exercícios garante que nosso metabolismo funcione melhor e que os resultados apareçam mais rapidamente (e de forma mais efetiva). A musculação, por exemplo, aumenta a massa magra presente no corpo, o que faz o organismo, por si só, gastar mais calorias.

 

4. Sono
A qualidade do sono influencia diretamente o metabolismo. Uma noite mal dormida implica em cansaço no dia seguinte. Além de preguiça e sonolência, que impactam diretamente na nossa produtividade, nessas condições nosso corpo libera hormônios que desaceleram o metabolismo. “O descanso, assim como a dieta e o treino, é um dos pilares da boa forma. Por isso, é preciso dar a devida atenção às horas de sono”, explica o expert.

 

5. Alimentação regrada
Passar horas em jejum impacta negativamente nosso organismo. A alimentação é o combustível para executarmos nossas atividades e, por isso, é preciso dar a devida atenção e ter cuidado na hora de selecionar os ingredientes e a programação ao longo do dia. Se fica muito tempo sem receber esse combustível, o corpo começa a trabalhar de maneira mais lenta, para se preservar caso haja escassez de alimento. Procure se alimentar de forma equilibrada, a cada três horas.

06/02/2017 - 11:00

Conecte-se

Revista Máxima