Dieta: coma batata-doce e emagreça

Entenda como consumir a nova estrela das dietas para secar a silhueta

Texto: Diane Neubüser

Coma batata-doce e emagreça batata-doce | <i>Crédito: Shutterstock
Coma batata-doce e emagreça batata-doce | Crédito: Shutterstock
Ela é do grupo dos carboidratos, como o arroz e o macarrão, mas com a vantagem de possuir baixo índice glicêmico, ou seja, sua absorção pelo organismo é mais lenta e libera aos poucos a glicose na corrente sanguínea. “Isso faz com que o corpo produza menos insulina, hormônio responsável pelo aumento da fome e o acúmulo de gorduras”, diz a nutricionista funcional Joice Amaro (SP). Os benefícios não param por aí: rica em fibras, aumenta a saciedade, o que é um ganho para quem está precisando afinar. “O intestino também funciona melhor e o colesterol ruim e o diabetes diminuem”, acrescenta Joice. Para as musas fitness, a exemplo de Juju Salimeni e Solange Frazão, o maior atrativo da batata-doce é o baixo número de calorias (apenas 86 em 100 g contra 225 cal de uma batata inglesa), além do poder de contribuir para a tonificação e regeneração dos músculos. A explicação para esse efeito é a grande quantidade de proteína, cálcio, magnésio e potássio presente na composição do alimento. Vale destacar que todos esses nutrientes são melhores aproveitados quando a batata é cozida e com casca.

Tá liberada

O consumo da batata-doce não tem contraindicação, mas muitas pessoas reclamam da formação de gases que ela provoca. É verdade, isso acontece por causa das fibras, que tendem a fermentar o intestino, gerando alguns desconfortos, como cólica e distensão abdominal. Uma boa dica para evitar: “Corte as pontas da batata e deixe a de molho em uma solução feita com um litro de água e uma colher (sopa) de vinagre branco, durante três horas antes do cozimento”, ensina Joice. Apesar de fazer maravilhas para a saúde, não torne esse alimento o único do cardápio. “É importante diversificar os legumes para manter em alta as diferentes vitaminas e minerais no organismo”, conclui Joice. Aprenda a tirar proveito da batata-doce no cardápio a seguir. 

Menu light

A nutricionista Andrea Marim, da Clínica Michele Haikal (SP), formulou um cardápio de cinco dias à base de batata-doce. Segundo a expert, no terceiro dia já é possível notar resultados, como perda de peso, melhor funcionamento do intestino e aumento da disposição. Mas atenção: por ser um menu com número de calorias bem restrito (1100 por dia, em média), funciona como um detox e deve ser seguido apenas uma vez por mês, ou seja, por cinco dias. “O emagrecimento brusco leva à fraqueza, carência de vitaminas e falta de energia, por exemplo”, afirma Andrea.





09/06/2016 - 12:11

Conecte-se

Revista Máxima