Dieta Silvestre: novo programa detox emagrece e melhora a digestão

Eliminar mais toxinas, melhorar o funcionamento do intestino e ganhar energia são só alguns dos benefícios desta dieta. De quebra, você emagrece. Entenda esse atual conceito de desintoxicação

Texto: Diane Neubüser

Dieta Silvestre | <i>Crédito: Shutterstock
Dieta Silvestre | Crédito: Shutterstock
Nosso organismo possui uma função detox natural, ou seja, ele mesmo se encarrega de eliminar impurezas através da urina e das fezes. “Estaria tudo ok não fosse a má alimentação, a poluição e o uso de produtos químicos prejudicarem esse sistema”, diz a endocrinologista Giulianna Pansera (SP). “Encarar a tela do celular logo após acordar também compromete essa desintoxicação”, acrescenta a expert em nutrição funcional Flávia Meddeiros (SP). A explicação: durante o repouso ocorre uma parte importante dessa “faxina” interior. Pela manhã, ela se encerra aos poucos, à medida que a luz natural incide e que o corpo começa a engrenar. “Porém, quando despertamos com a luz forte do aparelho, a limpeza é interrompida abruptamente”, explica. É por causa de tudo isso que os alimentos detox são indicados pelos especialistas — e acabaram virando febre.

MUITOS BENEFÍCIOS 

A alimentação detox só faz bem – e para qualquer pessoa, magra ou obesa, desde que não tenha restrição médica. O sistema digestivo e o intestino são os primeiros órgãos a funcionar melhor. “Um adulto chega a acumular até 5 kg de resíduos fecais quando tem o intestino preguiçoso. Esse peso pode ser eliminado numa semana com a nutrição adequada”, garante Flávia. Como resultado, além da perda de peso, a barriga desincha, a pele fica mais bonita, a disposição e o bom humor aumentam... A detox também acaba com a retenção de líquidos e, por causa da redução no consumo de gorduras e açúcar, ajuda a controlar o colesterol e a glicose no sangue. 

NOVO CONCEITO 

Ok, já existem muitas versões de plano de desintoxicação com bons efeitos. Mas um que vem chamando a atenção é o detox silvestre. A alimentação prioriza os vegetais e as frutas que nascem da terra sem a necessidade de cultivo humano, ou seja, são provenientes de sementes carregadas por aves, por exemplo, e que brotam sem o homem ter que plantar, regar, podar... É o alimento em sua forma mais natural possível. Exemplos? Amora, morango, caju, banana, ervilha, cará e amaranto (veja outros tipos na lista ao lado). A diferença entre eles e os itens convencionais e até orgânicos, é que são mais ricos em nutrientes e antioxidantes. Pensando numa maneira de facilitar o consumo dos silvestres, a expert Flávia Meddeiros criou uma linha silvestre de refeições, lanches e bebidas prontas, chancelada pela marca 7 Princípios da Terra, da qual é proprietária.

27/10/2016 - 08:00

Conecte-se

Revista Máxima