Pessoas com bumbum grande vivem mais

A relação, para lá de curiosa, tem o respaldo da ciência. Entenda!

Patrícia Affonso

O quadril mais largo está relacionado a fatores benéficos e protetores à saúde do coração | <i>Crédito: Reprodução Instagram
O quadril mais largo está relacionado a fatores benéficos e protetores à saúde do coração | Crédito: Reprodução Instagram

Não é conversa fiada. Quem garante são pesquisadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido. Segundo os experts, ter gordura acumulada na parte mais baixa do corpo (bunda e coxas) diminui os níveis do colesterol ruim e aumenta o de colesterol bom, fator que protege as artérias. Algumas razões: a gordura que fica nessa região prende partículas adiposas nocivas e libera outras saudáveis, além de demorar mais para ser eliminada – o que reduz a resposta inflamatória do organismo. Mas alto lá: a lógica não funciona se a barriga também estiver cheinha. É que pessoas barrigudas têm mais chances de morrer por problemas cardíacos.

10/11/2017 - 15:26

Conecte-se

Revista Máxima