Conheça a massagem chinesa que equilibra as funções do corpo e as emoções

A massagem abdominal chinesa chi nei tsang promete desfazer bloqueios físicos e alinhar corpo e emoção. Renda-se aos toques sutis dessa técnica e viva melhor

por Sibele Oliveira

Massagem abdominal chinesa chi nei tsang | <i>Crédito: Shutterstock
Massagem abdominal chinesa chi nei tsang | Crédito: Shutterstock
Nosso dia a dia é semelhante a uma gangorra. Em alguns momentos, damos conta de todos os desafios, responsabilidades e emoções, com facilidade. Em outros, simplesmente dá tudo errado. Não é nada fácil a tarefa de administrar os altos e baixos. Quando não conseguimos, acumulamos frustrações, decepções e sofrimentos, que mais tarde podem se agravar e se transformar em manifestações físicas – quando não em doenças propriamente ditas. Por isso, quanto antes dissolvermos esses nós, melhor. De acordo com a medicina chinesa, um meio de tocar fundo na alma e desatar esse bloqueio é pelo toque sutil. Esse é o princípio da massagem terapêutica chi nei tsang, técnica milenar criada nas montanhas da China. Conhecida como massagem dos órgãos internos, ela promove tanto uma desintoxicação quanto uma energização corporal, emocional e espiritual. Ela acessa sentimentos que nos fazem sofrer, e dos quais não conseguimos nos libertar sozinhos, como o stress, a ansiedade, a raiva, o medo e a tristeza. “Essa energia pode acabar represada num determinado órgão. O que fazemos é um trabalho para abrir os portais de tensão e liberar as emoções que estão presas e causando distúrbios de toda ordem”, explica o massoterapeuta Massao Honda, de Brasília, que também atende em São Paulo. Aos poucos, torna-se natural conviver com as lembranças difíceis, mesmo sem esquecê-las. 

PONTO DE PARTIDA
A área inicial para as manobras feitas com os dedos, a palma das mãos e os cotovelos é o umbigo, que, como lembra Massao, é o ponto inicial da centralidade do ser humano, uma cicatriz que nos lembra a primeira nutrição que recebemos, ainda via cordão umbilical. À medida que o ventre é massageado – qualquer um pode receber o método, com exceção de mulheres grávidas e pessoas recém-operadas na região –, as tensões vão sendo aliviadas até, por fi m, desfazerem-se as emoções negativas. “Quando descobrimos o órgão de choque, massageamos ou pressionamos para que aqueles nós de tensão sejam desbloqueados e diminua o processo de sobrecarregar determinados pontos do corpo”, afirma o massoterapeuta. Com a energia vital dos órgãos ativada, as toxinas emocionais instaladas neles são eliminadas e o próprio corpo se encarrega de promover a cura para os diversos males que o atormentam. Pronta para experimentar?

4 Benefícios da chi nei tsang

DESINTOXICAÇÃO
Essa massagem estimula os sistemas linfático e circulatório e aumenta a imunidade e a resistência às doenças. 

REESTRUTURAÇÃO E FORTALECIMENTO DO CORPO
Por atuar nas estruturas viscerais, no posicionamento dos órgãos internos, estimulando-os a funcionar melhor, restaura a vitalidade. Também ajuda a corrigir problemas posturais, como desalinhamento nas pernas, pélvis e pés, além de combater dores crônicas em regiões como ombro, costas e pescoço. 

MELHOR FUNCIONAMENTO DO APARELHO DIGESTIVO
Segundo a filosofia chinesa, os problemas emocionais não tratados ficam armazenados em órgãos do sistema digestivo, como o fígado, os rins, o estômago e o intestino, que é considerado o cérebro abdominal. Com a dissolução dessas tensões, todo o sistema digestivo passa a funcionar melhor. 

EQUILÍBRIO EMOCIONAL E AUTOCONHECIMENTO
Facilita a transformação das emoções, principalmente quando a massagem é alternada com sessões de psicoterapia. 

Faça você mesma
Aprenda a tirar proveito da massagem chinesa dos órgãos internos:


Comece exercitando a respiração diafragmática ou abdominal (aquela que ocorre em situações de calma): deitada, coloque uma mão no abdome e a outra sobre o peito (faça uma leve pressão sobre a região para evitar que o tórax se movimente). A ideia é forçar a respiração abdominal. Inspire e expire suavemente, expandindo e esvaziando o abdome. Repita até sentir que a tensão foi liberada.

Massageie o órgão de choque com os polegares ou as mãos em forma de concha, massageie toda a região do abdome até descobrir os pontos mais tensos, que geralmente estão doloridos. Devagar, faça movimentos suaves no sentido horário por pelo menos cinco minutos. 

06/10/2017 - 09:00

Conecte-se

Revista Máxima