Livre-se do ronco sem remédios ou cirurgia

Roncar pode prejudicar a saúde, além de ser um tremendo incômodo para quem dorme perto de você. Veja formas de driblar o problema sem remédios ou cirurgia

por Diane Neubüser

Livre-se do ronco sem remédios ou cirurgia | <i>Crédito: Shutterstock
Livre-se do ronco sem remédios ou cirurgia | Crédito: Shutterstock
Estima-se que metade dos adultos tenha episódios de ronco. “O barulho vem de uma vibração anormal das partes moles da garganta durante a passagem do ar”, explica o otorrinolaringologista Hugo Leite (RJ). “As principais causas são disfunções neuromusculares, obesidade, obstruções nasais, hipertrofi a das amígdalas e adenoide, hereditariedade e apneia do sono”, diz. Esta última é a mais perigosa: a privação de oxigênio por mais de dez segundos aumenta o risco de doenças cardíacas, diabetes e de sofrer um AVC. Ainda que o seu caso não seja assim, extremo, o ronco é prejudicial porque atrapalha os ciclos do sono e, consequentemente, provoca sonolência diurna, défi cit de memória, difi culdade de concentração, dores de cabeça etc. Além disso, a secura na garganta deixa a região mais propícia a infecções. O tratamento depende da origem do problema. Para um obeso, por exemplo, a primeira recomendação será perder peso para diminuir o volume de tecido mole obstruindo as vias aéreas. Quando associado a um quadro de rinite, serão necessários descongestionantes. Porém, existem táticas genéricas que você pode testar e descobrir se são a solução adequada para o seu caso...

ADESIVO DILATADOR NASAL
Livre de qualquer medicamento, tratase de um adesivo vendido em farmácias que, quando colado na posição correta sobre o nariz, dilata as narinas e as vias aéreas, fazendo com que o ar circule melhor e sem impedimento.

PLACA BUCAL
Você pode conversar com o seu dentista ou ortodontista para verificar a possibilidade de usar molde de silicone entre os dentes na hora de dormir. A placa reposiciona o maxilar, evitando que o seu deslocamento (natural quando relaxamos a musculatura) e a língua obstruam a garganta.

POSIÇÃO IDEAL
Quem ronca já sabe que, quando deitamos de lado, o barulho ameniza. Isso acontece porque a posição aumenta o volume dos pulmões e facilita a troca de ar

CAMA INCLINADA
Calce os pés da cabeceira da sua cama com algum suporte de cerca de 4 cm. A inclinação evita que os tecidos moles da garganta se posicionem exatamente no local da passagem do ar. Em tempo: não vale aumentar só os travesseiros, pois a nuca elevada demais e o queixo inclinado para a frente podem piorar o quadro.

ÁLCOOL PROIBIDO
Evite as bebidas alcoólicas próximo do seu horário de dormir. Elas potencializam o relaxamento excessivo da musculatura das vias aéreas, fazendo com que mais tecido mole e a própria língua piorem o ronco.

10/10/2017 - 09:00

Conecte-se

Revista Máxima