Por que é tão importante usar produtos específicos para a região íntima

Entenda o que fazer para proteger a área íntima

Gabriella Gouveia

Sabonetes íntimos possuem uma fórmula que não agride a proteção natural da vagina | <i>Crédito: Divulgação
Sabonetes íntimos possuem uma fórmula que não agride a proteção natural da vagina | Crédito: Divulgação

Utilizar qualquer sabonete, disfarçar odores íntimos com perfumes ou desodorantes corporais, tentar aumentar a lubrificação com produtos inadequados à região pode sair bem caro para a sua saúde íntima.

A Vagisil, marca dedicada ao bem-estar íntimo feminino, mostra a importância de optar por produtos específicos para a região V. Confira:

 Vaselina X lubrificante

Por ser feita à base de óleo, a vaselina é indicada apenas para lubrificação externa. Devido a sua composição, se utilizada em outros locais (como pênis, vagina e ânus) a possibilidade de alojamento de bactérias torna-se muito maior, e aumentam também as chances de rompimento do preservativo, podendo causar gravidez indesejada e transmissão de DSTs. Por isso, é indispensável o uso de lubrificantes feitos para a região íntima, com fórmula aquosa compatível com camisinhas de látex. Além de serem grande aliados para aumentar o conforto diário de mulheres para maior lubrificação natural, eles são ideais para evitar lesões e diminuir o atrito durante o sexo.

 Perfumes X desodorante íntimo

Se cosméticos com álcool podem irritar a nossa pele, imagina o que pode acontecer se aplicarmos na região íntima. Perfumes, cremes e desodorantes corporais não foram fabricados levando em consideração o ecossistema natural da flora vaginal e podem irritá-la ou até mesmo desregulá-la – ocasionando outros problemas de saúde, como alergias, coceira, desconforto, entre outros. Para mulheres que se incomodam com o cheiro da própria vagina, basta escolher um produto formulado para atender as características específicas da área vaginal, como o desodorante íntimo que previne a formação de odores, é hipoalergênico, sem álcool e isento de bactericidas e antitranspirantes. Mas não esqueça: ele deve ser aplicado apenas na área externa!

 Sabonete comum X íntimo

A flora vaginal contém diversos micro-organismos que agem para manter a região V sempre protegida. Sabonetes íntimos possuem uma fórmula que não agride essa proteção natural. Como eles têm o pH adequado e usam apenas surfactantes suaves  eles não prejudicam a hidratação da pele, são ideais para a região, e livres de corantes (cortando o risco de alergias e irritações), bactericidas (preservando as defesas próprias do organismo) e parabenos (conservantes sintéticos). Há muitos bons motivos para dar um ‘chega pra lá’ no sabonete comum na hora de limpar sua melhor amiga.

04/03/2017 - 13:00

Conecte-se

Revista Máxima