Depressão canina

Essa doença também pode atingir os bichinhos

Depressão canina | <i>Crédito: Shutterstock
Depressão canina | Crédito: Shutterstock

Alguns sinais ajudam a identificá-la. Repare se o seu cachorro:

» Lambe as patascompulsivamente. Em algunscasos, os animais chegam amordê-la, causando ferimentos.

» Tem crises de agressividadesem motivo aparente.

» Come compulsivamente.

» Ignora as regras — antesrespeitadas — dos locais parafazer xixi e cocô.

» Troca o dia pela noite.

PREVENIR É SEMPREA MELHOR SAÍDA. PARA ISSO:

» Passeie diariamente com seucachorro. O ideal é que o exercícioseja realizado por, pelo menos, duashoras (divididas ao longo do dia).

» Ofereça uma alimentação dequalidade ao pet, respeitando oshorários das refeições dele.

» Leve-o a parques e praças para quepossa interagir com outros animais.

22/12/2017 - 13:22

Conecte-se

Revista Máxima