Sua casa de cara nova com baixo custo

Dê uma repaginada no seu lar com 5 dicas

Gabriella Gouveia

Antes de selecionar o tom desejado, leve em conta o estilo e as cores de móveis e objetos que já compõem o ambiente | <i>Crédito: Shutterstock
Antes de selecionar o tom desejado, leve em conta o estilo e as cores de móveis e objetos que já compõem o ambiente | Crédito: Shutterstock

Muitas vezes acreditamos no mito de que para mudar a decoração precisamos ter um grande investimento. Por isso, a Suvinil traz algumas dicas para quebrar esta regra. Confira abaixo:

1.    Repintar objetos de decoração é uma tarefa simples e pode dar outra vida ao ambiente. O “faça você mesmo” é uma opção cada vez mais usada pelas pessoas que querem transformar peças de forma divertida e econômica. A sugestão é repintar porta-canetas, enfeites, porta-controle, garrafas ou outros elementos que complementam o ambiente. A dica é usar o Spray Multiuso Suvinil, que possui uma secagem rápida;

2.    Para quem não abre mão dos móveis de família, que são repletos de memórias afetivas e carregam um valor emocional inestimável, podem repaginá-los e dar um aspecto vintage à decoração. A dica é mudar a cor daquela penteadeira antiga ou o estofado de uma poltrona cheia de lembranças;

3.    Outra opção é destacar as portas, balcão da cozinha, armários e estantes com uma cor vibrante para uma decoração mais alegre e divertida, contrapondo os tons neutros das paredes;

4.    Para dar mais destaque aos novos elementos de decoração, como quadros e almofadas, opte pelo contraste com objetos cinzas e ambientes neutros ou com efeito concreto;

5.    Para os mais ousados e que gostam de arriscar mais na decoração, a dica é realizar grafismos ou outros desenhos nas paredes. Outra ideia é transformar uma coluna da cozinha em uma parede funcional com o efeito lousa.

O primeiro passo para iniciar esta tarefa é a escolha da cor que será utilizada. Antes de selecionar o tom desejado, leve em conta o estilo e as cores de móveis e objetos que já compõem o ambiente. Para decorações mais clássicas e com tonalidades neutras, o móvel pode ganhar cores que acompanhem a mesma paleta. Não se esqueça de relacionar os tons com o tamanho do móvel: tons claros para suavizá-los e escuros como contrapeso. É importante definir também se há intenção de camuflar o móvel ou destacá-lo no espaço.

18/03/2017 - 13:00

Conecte-se

Revista Máxima