Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Testeira
Colunas / Aline Zattar / Amor-próprio

É preciso mudar minha essência e meu corpo para que eu possa ser feliz?

Nesta semana, Aline Zattar refletiu sobre o que precisamos entender para que conquistemos a felicidade

Máxima Digital Publicado em 24/05/2022, às 12h00

É preciso mudar minha essência e meu corpo para que eu possa ser feliz? - Divulgação
É preciso mudar minha essência e meu corpo para que eu possa ser feliz? - Divulgação

Eu poderia vir aqui e falar que transformar o processo de dor em sucesso é só virar uma chavinha, acreditar em você e 'bum', e a mágica acontece! Não é bem por aí, embora esses quesitos sejam necessários.

É, sim, uma virada de chave quando você entende que toda sua luta contra você mesma não te levou a lugar nenhum, que não te levou a nenhum objetivo, que não te trouxe paz de espírito e tranquilidade, então fui percebendo que aquele caminho não era o certo. Tive que me questionar dia após dia: o que eu realmente quero para minha vida? Aonde eu realmente quero chegar?

++ Sete dicas para você perder o medo do espelho

Será que preciso mudar minha essência e meu corpo para que eu possa, realmente, ser feliz? Era uma busca e um foco incessante em emagrecer, ser magra a qualquer custo, a custo da saúde mental, saúde física, emocional minha e dos que estavam em volta de mim.

Por que eu poderia ser feliz e ter sucesso apenas sendo magra? Essa ideia não fazia sentido mais para mim! Sempre faltava algo. Esse algo era o amor que eu precisava construir por mim mesma. É um processo contínuo, de alguns altos e baixos. Me redescobrir, me reinventar, desconstruir paradigmas criados numa vida toda em cima da gente não é algo simples. Mas é possível quando a gente se olha com propriedade, pesando prós e contras. Ninguém aqui diz que você não deve se cuidar, pelo contrário, olhar para si com amor é o primeiro passo para o autocuidado com mais esmero.

++Maternidade: Como não deixar a vaidade de lado?

O que aprendi é que não preciso correr atrás de um ideal que criaram para mim. E sim construir e ir atrás do meu próprio ideal, o que eu quero para mim. Você já se questionou sobre o que realmente você quer e o que realmente te faz feliz e te traz paz? Eu não podia apagar meu passado, mas podia ressignificar ele para que eu pudesse evoluir, crescer como pessoa, sair de coadjuvante da minha própria vida, e ir para o papel principal. Usando minha própria história para mostrar que a gente é capaz de mudar, de superar as dificuldades, de conquistar muitas coisas e não precisei ser magra para que isso acontecesse.

++ Olheiras: É possível viver sem elas?


Além de influenciadora digital, modelo, vencedora do miss plus size 2013, Aline Zattar é mãe, linda, inspiradora e é uma mulher que aprendeu a se amar, depois de tantos anos ouvindo que o seu corpo estava fora do padrão

Autoestima e amor-próprio são essenciais para uma vida saudável (mental e fisicamente falando). Por isso, e por tantos outros motivos que vocês descobrirão ao longo do tempo, Aline Zattar é colunista da Máxima Digital.

Toda terça-feira tem conteúdo novo!  

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI