Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Cadê o tesão que estava aqui?

Com o tempo de relacionamento a vida sexual fica ofuscada pelas atribuições do cotidiano, perdendo em qualidade e quantidade. Mas dá para virar esse jogo — confira as nossas dicas!

Patrícia Affonso Publicado em 28/08/2015, às 17h31 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

relacionamento
relacionamento - Shutterstock
No começo é aquele fogo: qualquer hora é hora e todo lugar se torna o cenário perfeito para o sexo. A sensação de urgência e de desejo parece incontrolável e o casal atende prontamente aos impulsos libidinosos. Porém, os anos passam, o namoro vira casamento e o que era quente tende a ir amornando. Esse movimento é muito comum. Para começar, porque as loucuras movidas pela paixão, que provocam diversas alterações físicas e mentais, têm prazo de validade para acabar — estudos estimam que o sentimento dura aproximadamente dois anos. A euforia, então, vai abrindo espaço para a rotina e a repetição, dois grandes inimigos do erotismo. São tantos os afazeres e as obrigações da vida que, sem que a gente perceba, o rala e rola sob os lençóis vai perdendo o posto de prioridade. “Além do cansaço e das preocupações, muitos casais se deixam levar pela preguiça e a acomodação. Daí a indisposição vai tomando o lugar da criatividade e a monotonia se instala”, destaca a psicóloga e terapeuta sexual Rosely Salino (SP). Que atire a primeira pedra quem nunca disparou um sonoro “deixa para amanhã, afinal estamos sempre juntos”... O problema é que essa prorrogação começa a se repetir até as relações se tornarem raras e espaçadas. Pesquisas do psicólogo americano Robert Epstein* apontam que entre 10 e 20% dos casais nos Estados Unidos não fazem sexo, o que equivale a 40 milhões de pessoas! Se o assunto é comum para você e o seu par, veja como reacender a chama do amor.

1 ano de casados
•Fora do quarto 
Provavelmente, vocês ainda estão descobrindo o incrível mundo da vida a dois, fazendo ajustes e adaptações para que os seus hábitos e os dele se transformem no modo de viver do casal. Mesmo com as novas demandas, valorize e priorize, desde o início, as horas em que podem ficar juntos. Se a correria estiver tomando grandes proporções e roubando o tempo antes dedicado ao parceiro (e vice-versa), conversem abertamente e proponham soluções para evitar o distanciamento. Pode parecer burocrático, mas bloquear previamente a agenda em certas ocasiões para dar uma escapadinha com ele faz toda a diferença: vocês terão a oportunidade de fixar o quanto esses momentos são preciosos e imperdíveis. 

•Entre quatro paredes 
“Apesar de já terem construído uma certa intimidade, há muitas coisas para você e o amado descobrirem sobre as preferências um do outro. Explore as possibilidades, sem medo”, diz a coach de relacionamento Margareth Signorelli (SP). E, em vez de esperar que ele descubra tudo por si só, que tal dar o mapa da mina? “Quando estiverem juntos, faça você mesma os carinhos que deseja receber, onde, como e pelo tempo que quiser. Ele certamente vai observar a aula muito atento e a resposta sexual será intensa”, garante o urologista e sexólogo Celso Marzano (SP). De quebra, você garante que o “aluno” replique as lições nas próximas transas. 

5 anos de casados
•Fora do quarto 
Selecione com mais sabedoria as batalhas que vai travar com o seu parceiro. Será que vale a pena discutir por causa da meia jogada na sala e criar um climão pesado nas poucas horas em que vão se ver numa semana atribulada? Conviver com as imperfeições do outro é importante e uma arte que vamos aperfeiçoando ao longo dos anos, se tivermos paciência e investirmos na preservação dos bons momentos. Escolham o senso de humor no lugar das críticas duras e da cara amarrada. Dessa forma, vocês superam mais facilmente as adversidades. Outra coisa: alguns casais, com o passar dos anos, deixam para trás os beijos mais quentes e aderem à ditadura do selinho. Saia dessa: beijem de verdade, todo dia! 
•Entre quatro paredes 
Brinquedos eróticos dão aquela sacudida no sexo. Convide-o para brincar sugerindo os itens que gostaria de experimentar. A cada mês surgem novidades no mercado pra lá de quentes, mas existem alguns sex toys conhecidos que agradam sempre. Exemplos: os óleos de massagem — que aquecem ou esfriam a pele e em versões beijáveis, ideais para o sexo oral —, as bolinhas explosivas e os vibradores. Os joguinhos eróticos também ajudam a quebrar a rotina. Uma ideia: “Passe perfume em cinco locais inusitados do seu corpo. Peça para ele percorrer a sua pele, de pertinho, até descobrir onde a fragrância foi borrifada. Para cada acerto você cumpre um desejo dele”, propõe Celso. 

10+ anos de casados
•Fora do quarto 
A longa convivência leva muitos casais a deixarem de se tocar. “Alguns pensam que as carícias só na hora do sexo já são sufi cientes. Enganam-se! Casais que se tocam constantemente em situações diversas constroem um relacionamento e uma vida sexual com mais qualidade”, garante Margareth. Por isso, não abra mão de caminhar de mãos dadas, do cafuné na cabeça, do abraço apertado... Para aqueles que têm dificuldade de retomar esse contato sensorial, uma saída é se matricular em aulas de dança de salão juntos. A modalidade reúne ritmos propícios para ficar coladinho, aproximando o homem e a mulher e reduzindo o stress. 

•Entre quatro paredes 
Abram espaço para a realização de fantasias sexuais. Elas não são uma forma de fugir da realidade, mas sim de incrementá-la. Experimente situações em que você assume o comando e interpreta uma figura sensual e irresistível. “Sentir-se poderosa aumenta a confiança e torna a mulher uma excelente amante”, afirma Celso. Vale ressaltar que nem tudo gira em torno da penetração. “O sexo pode ser extremamente prazeroso sem ela. Tire proveito da sensibilidade da pele”, diz Margareth. Sugestão: no quarto escuro, dirija o foco de luz de uma lanterna por seu corpo. O parceiro deve acompanhar o trajeto fazendo carícias com as mãos, a boca e a língua. Ele não pode sair do local enquanto o ambiente estiver iluminado. Depois é a vez dele!
ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI