Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
BBB / Gaslighting

Entenda o que é Gaslighting, patologia citada por equipe de Jade Picon para se referir a Arthur Aguiar

Arthur Aguiar e Jade Picon estão confinados no 'BBB 22'

Máxima Digital Publicado em 11/02/2022, às 17h00

Entenda o que é Gaslighting, patologia citada por equipe de Jade Picon para se referir a Arthur Aguiar - Instagram
Entenda o que é Gaslighting, patologia citada por equipe de Jade Picon para se referir a Arthur Aguiar - Instagram

Nesta semana, a equipe de Jade Picon fez uma publicação a qual sugeria que Arthur Aguiar tinha uma patologia chamada Gaslighting. 

O Dr. Alexander Bez, psicólogo, explicou o que é essa questão: "É uma ação de ordem emocional controladora-manipuladora. Gaslighting é o abuso psicológico com a plena consciência de atingir propositalmente uma outra pessoa, principalmente as mulheres. É mais comum ver o gaslighting ser praticado em uma relação conjugal, mas também ocorre por parte de pais, amigos, chefes de trabalho, entre outros, onde o homem manipula a mulher psicologicamente, tentando ter controle sobre ela, assim gerando medo, inseguranças, dúvidas sobre si mesma e fazendo com que ela se sinta louca e errada em qualquer atitude que tomar.".

O especialista explicou quais os perigos que essa doença psíquica pode trazer.

"Os perigos são muitos, um dos principais é como fica o psicológico da vítima perante a violência (emocional ou física) que sofre, ela pode passar a aceitar uma relação tóxica-abusiva, além de poder desencadear uma depressão, baixa autoestima, ansiedade e até uma síndrome do pânico.", falou. 

Dr. Alexander explicou como identificar que a pessoa tem: "A manipulação frequente em coisas simples, como ideias de distorção da realidade, colocar a culpa na mulher em tudo e inventar frases que tenha sido dito pela vítima. As frases ditas com frequências são: 'A Culpa é Sua!', 'Você é sensível demais!', 'Você está louca.', 'Você implica com tudo a todo momento.', 'Você está exagerando.' e 'Você está imaginando coisas.'"

O especialista falou sobre tratamento: "O tratamento para o agressor é mais complicado, principalmente para ele entender que está errado em suas ações. A agressividade é imutável, sendo a base da personalidade do próprio, assim impossibilitando ainda mais uma possível cura. Já para a vítima, o correto é se afastar do agressor e procurar um psicoterapeuta, fazer algumas sessões para elevar a sua autoestima, resgatar a segurança em si mesma, combater a ansiedade e depressão, em alguns casos pode ser necessário medicamentos como ansiolíticos e antidepressivos. A terapia é o mais indicado para os dois casos."

Quando se sabe que está lidando com a doença, o que fazer?

"O mais importante é sair dessa relação abusiva, controladora e manipuladora. Não é fácil, mas buscar ajuda de parentes e amigos próximos que deem apoio, pode ajudar! Em seguida o melhor a se fazer é procurar um especialista para auxiliar na superação.", explicou.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI