Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Beleza / Balayage Surf

Conheça a Balayage Surf, a técnica de coloração que não agride os fios

Saiba tudo sobre a técnica que promete ser uma queridinha no mundo dos cabelos

Máxima Digital Publicado em 23/06/2022, às 14h00

Conheça a Balayage Surf, a técnica de coloração que não agride os fios - Freepik
Conheça a Balayage Surf, a técnica de coloração que não agride os fios - Freepik

Glauber Serafim é um dos 23 Hairstylists mais conhecidos no mundo, de acordo com a revista Forbes. Ele é o precursor da técnica Balayage Surf que hoje é o maior sucesso no mundo inteiro.

Criada pelo cabeleireiro a 17 anos atrás a Balayage Surf é uma técnica de aplicação de cores que praticamente não agride os cabelos.

"Quando as pessoas dizem: você é louco. Mas quando você é louco e você fala na teoria que uma técnica dá certo e você mostra na prática que ela é sucesso absoluto, você consegue chegar em um objetivo muito rápido. Então já pensando na inteligência artificial, há muito tempo atrás eu patenteei e registrei, depois de passar seis anos na Europa, girando as principais academias na Itália, França, Espanha, Alemanha e Inglaterra eu criei a técnica da Balayage surf.", disse Glauber.

A técnica é usada para obter uma aparência muito naturalmente mesclada e iluminada e, embora normalmente associemos Balayage a ficar loira, a mesma técnica pode ser usada para criar fios de caramelo, café expresso ou até pastel.

"É como se fosse um pintor na frente de uma tela, e você desenha e cria os efeitos como se fosse uma caneta desenhando em um papel, então você trabalha apenas com um pente e um pincel. Criando qualquer efeito que a pessoa venha a pedir, seja cores quentes como Caramelo, Chocolate, doce de leite e mel, como também as cores claras douradas ou platinadas. Então você chega em qualquer resultado em apenas uma hora e meia.", explicou o especialista.

Ao contrário das técnicas tradicionais, que usam papel alumínio, a Balayage Surf envolve pintar o cabelo com um pincel embebido em clareador, que segundo Glauber agride muito menos o cabelo. 

"O que as clientes procuram hoje em dia é a saúde no fio cabelo, então qualquer outro tipo de reflexo agride 100 por cento, porque você coloca o cabelo dentro do papel alumínio, com o produto e aquilo fica ativando com metal pesado e chumbo, e a Balayage você só desenha então agride somente 20 por cento do cabelo da cliente.", disse ele.

Segundo o hairstylist, a Balayage Surf não é apenas uma tendência, é uma técnica que veio pra ficar e que pode ser utilizada em todas as estações porque tem um resultado mais natural do que as mechas tradicionais.

A natureza da balayage é pintar fios especificamente selecionados e misturá-los com sua base natural. Como tal, parece muito mais suave do que as mechas tradicionais, que tendem a ter linhas de demarcação mais óbvias.

"Essas mechas estarão em alta para sempre. As mulheres procuram tudo o que não fica com cara de salão. Uma mulher ia no salão antes e fazia as mechas marcadas, com efeito 'faixa de pedestre'. Independente da cor de cabelo que ela tenha hoje, o fundo é escuro, então a Balayage Surf é para o inverno, para o verão, para o ano inteiro, primeiro porque não agride o cabelo, não danifica, e segundo que dá um efeito natural.", falou o especialista.

Diversas famosas aderiram à técnica, como Rafaella Santos, Gabi Martins, Cléo e Deborah Secco. Glauber já atendeu também celebridades internacionais como Snoop Dog e integrantes da banda Metálica.

Sobre o custo-benefício, o hairstylist explicou que o serviço tem um preço justo porque requer maior conhecimento e técnica por parte do profissional, a entrega é mais rápida. O serviço também inclui consultoria de imagem e visagismo.

"A técnica é prática e rápida, e o cabeleireiro termina a técnica em muito menos tempo. É um pintor na frente de uma tela", disse.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI