Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

O poder da cinta modeladora

Saiba tudo sobre o acessório adotado pelas famosas e entenda como ela reduz (definitivamente) as medidas da cintura

Diane Neubüser Publicado em 26/08/2016, às 09h30 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Famosas adeptas da cinta modeladora
Famosas adeptas da cinta modeladora - Fotos: Reprodução Instagram

Kim Kardashian, Kelly Key e Gracyanne Barbosa são algumas das famosas que se renderam à proposta irresistível da cinta modeladora: reduzir as medidas e acentuar as curvas sem (muito) esforço. Ela é um pouco desconfortável, sim, e precisa ser usada pelo menos quatro horas por dia para surtir efeito, mas, realmente funciona. “Eu estou usando e as pessoas perguntam se fiz lipo”, afirma a assessora de imprensa Fernanda Thomaz. Já Gabriela Lino Cordeiro acreditou tanto no acessório que resolveu transformá-lo em negócio. Hoje ela é sócia da empresa BioBela, especializada em cintas modeladoras. “Tenho clientes que perderam 5 cm de circunferência abdominal em uma semana”, garante.

O artifício não é novo, trata-se de uma nova versão do espartilho. E não é por menos que ele sobreviveu tantas gerações. “O princípio ativo do acessório está em uma reação cinestésica. É que, devido à pressão na região abdominal, tendemos a contrair a musculatura", explica o educador físico Fábio Porazza. O resultado é o fortalecimento da parede abdominal, correção da postura e consequente perda de medidas.

A cinta também ajuda a drenar líquidos acumulados na região abdominal e a eliminar gordura localizada. Nesses casos, porém, ela é mais eficaz quando associada a tratamentos estéticos, como drenagem linfática e criolipólise.

Mas, atenção: Não adianta se deslumbrar com os resultados e manter o acessório várias horas a fio. “Quando usada por mais de oito horas ao dia, ela pode provocar um efeito rebote e diminuir o tônus muscular devido a sua imobilização”, alerta o ortopedista Dr. Marco Paulo Otani. Mais: Quem sofre com problemas posturais ou dores nas costas deve procurar um especialista para avaliar se o acessório não vai prejudicar o quadro. Salvo os casos em que haja contraindicação médica, e quando usada com moderação, a cinta modeladora não causa malefícios. “Está liberada inclusive para dormir e para praticar exercícios físicos”, conclui Otani.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI