Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Comportamento » Confusão

Concurso de Miss termina sem vencedora após barraco no palco

O organizador do evento foi acusado de fraude e brasileira ficou em terceiro lugar

Máxima Digital Publicado em 20/01/2020, às 11h39

A Miss Colombia se revoltou com a situação
A Miss Colombia se revoltou com a situação - Divulgação

A sétima edição do Miss Global foi marcada por confusão e tumulto envolvendo organizadores do evento que aconteceu em Oxaca, no México na madrugada deste domingo, 19. 

Após exaustivas cinco horas de concurso, as modelos protagonizaram situação inusitada quando um organizador representante mexicano, Ramires Gutierres, encerrou o evento após suspeitas de fraude na seleção das misses. 

"Já tínhamos designado e anunciado as 11 finalistas. Mas, por uma decisão pessoal de Vah Pham (fundador do concurso), ele quis voltar e fazer uma eleição de 18 participantes. Ele contatou o escritório que fez a contagem e depois disse que eles erratam. Porém, ele tmou uma decisão que nunca estivemos de acordo", explicou. 

O evento, que era transmitido ao vivo na internet, foi interrompido e excluído da página, mas foi possível notar a reação de surpresa das modelos. 

"Não podemos permitir que um senhor venha fazer uma fraude aqui em nossa casa", completou Gutierres. 

Uma hora após o barraco, o evento anunciou as vencedoras do concurso: A Miss República Tcheca, Karolina Kokesova, ficou em primeiro lugar, seguido pela Miss Peru, em segundo lugar, e em terceiro a Miss Brasil Adrielle Pieve. 

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI