Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Comportamento » Viva o teatro brasileiro!

Dia do Artista de Teatro: Conheça espetáculos imperdíveis para ver online

Conversamos com o ator e diretor cearense Juracy de Oliveira para falar sobre teatro brasileiro e resistência

Ivana Guimarães Publicado em 19/08/2020, às 19h30

Dia do Artista de Teatro
Dia do Artista de Teatro - Getty Images

Qual foi a última vez que você assistiu a uma peça teatral? Nesta quarta, 19, é comemorado o Dia do Artista de Teatro e para entendermos o que significa fazer essa arte e como valorizar esses profissionais em tempos de pandemia, nós, da Máxima Digital, conversamos com o ator e diretor cearense Juracy de Oliveira.

Ao ser perguntado sobre o que é ser um artista no Brasil hoje, o profissional afirmou: “Significa ter o peito e a garganta rasgados de gritar. Pensando que a nossa arte é completamente atravessada pelo que acontece no país, ultimamente tem sido receber bombas simbólicas e reais nos nossos corpos e gritar de volta, para tentar fazer com que algo mude. É estar engajado com o momento atual e saber, incansavelmente, buscar formas de mudar e superar as dificuldades.”

Juracy é o criador do Pandêmica Coletivo Temporário de Criação, uma aglomeração online de artistas fazendo teatro ao vivo em meio a pandemia. "Entendemos que seria muito melhor juntar os projetos que um grupo inicial estava fazendo em uma espécie de selo que ajudasse a todos. O Pandêmica Coletivo Temporário de Criação é uma plataforma de pessoas e ideias de todo o país", explicou.

 

"Nesse momento, o teatro tem sido uma lupa de aumento e um cafuné na cabeça. Colocamos uma lupa em cima de toda essa podridão que está nos batendo todo dia, mas ao mesmo tempo também oferecemos afago, afeto e amor para quem nos assiste e sentimos isso voltando para nós", disse o diretor.

E os desafios não são poucos. "Algo que não podemos controlar é a questão da conexão com a internet. Mas, o maior problema está sendo entender o sentido disso tudo além da resistência. O teatro virtual é mais uma forma, em nenhuma hipótese pode substituir o que já existia, só que ele também precisa ser bem remunerado. Nós nos reinventamos, criamos algo novo e mesmo assim não somos reconhecidos. É o desafio de sempre, a falta de cuidado e importância que as pessoas que lideram esse país dão à cultura e arte."

Para saber como prestigiar o trabalho desses artistas, a seguir listamos as dicas de Juracy de espetáculos online, para você assistir aí da sua casa:

“METRÓPOLE ON-LINE | Arte para alimentar” 

Uma experiência cênico-virtual, com transmissão em tempo real. A montagem deriva da dramaturgia do espetáculo "Metrópole", da Inquieta Cia., estreado em 2012. 

Na obra, durante várias chamadas, dois irmãos, Caetano e Charles, rompem o distanciamento que existia entre eles, antes mesmo de estarmos neste, que agora vivemos. Por entre janelas do contato virtual, movem-se por passados, presentes e futuros do quanto a vida e a arte podem pulsar, ou não, numa cidade.

“Em junho, estreamos via Instagram uma nova montagem, METRÓPOLE ON-LINE, em que atuo e dirijo juntamente com Silvero Pereira. Essa criação teve início a partir de um convite do Silvero em realizarmos um espetáculo totalmente em diálogo com os recursos de transmissão em tempo real, filtros e chamada do Instagram. Para isso, ensaiamos cada um em sua casa e nelas compusemos as cenas. A montagem tem acontecido no @sala_de_espetaculos do Instagram, e em setembro faremos novas apresentações”, explicou o ator Gyl Giffony.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por ESPETÁCULOS ONLINE (@sala_de_espetaculos) em

 

 

“CLÃ_DESTIN@: uma viagem cênico-cibernética”  

Na produção do Grupo de Teatro Clowns de Shakespeare dirigida por Fernando Yamamoto, o público é convidado a viajar online em uma experiência cênica multi-plataforma. 

Atores e atrizes entram em contato com o público por meio de aplicativos como o Instagram, Whatsapp e Zoom para guiar cada participante em uma viagem clandestina. 

Para agendamento de sessões, compra de ingressos e outras informações, envie uma mensagem privada para o perfil @teatroclowns no Instagram.

 

Nós, da Máxima Digital, indicamos a peça "A Arte de Encarar o Medo", da Cia. Os Satyros:

Dirigida por Rodolfo García Vázquez, que assina o roteiro ao lado de Ivam Cabral, a montagem se passa em um futuro distópico, quando a humanidade tenta reconstruir histórias de uma vida anterior à pandemia. Isolados há 5.555 dias, alguns amigos tentam se conectar à internet para retomar suas relações.

A peça é transmitida por meio da plataforma Zoom e tem apresentações às sextas e aos sábados, às 21h, e aos domingos, às 16h.

 

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI