Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Comportamento / Exposição Feminino Plural

Direitos humanos, empoderamento da mulher, emprego e mais! Exposição Feminino Plural ganha novo espaço e ocupa a Praça da República

A exposição traz 28 obras e possui uma iniciativa oferecerá auxílio àqueles que buscam oportunidades de trabalho

Máxima Digital Publicado em 06/08/2021, às 11h16

Exposição Feminino Plural ganha novo espaço e ocupa a Praça da República - Divulgação
Exposição Feminino Plural ganha novo espaço e ocupa a Praça da República - Divulgação

A Exposição da Paulista — Feminino Plural traz princípios essenciais para a sociedade.

O projeto que luta pela defesa de políticas públicas, o cumprimento dos instrumentos nacionais e internacionais de direitos humanos e o fim de todas as formas de violência e discriminação em relação às mulheres e à população preta do Brasil foi realizado em maior na Avenida Paulista. 

Agora, a iniciativa da União Geral dos Trabalhadores – UGT ganha um novo caminho: a Praça da República, ao redor da Escola Estadual Caetano de Campos. 

Em uma ação da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, por meio da secretária Aline Cardoso, entre 5 e 17 de agosto, o público pode conferir as obras em um novo local.

A equipe para manter a exposição funcionando é empenhada. Ela é coordenada pela Secretaria de Organização e Políticas Sindicais da UGT e pela Maná Produções, Comunicações e Eventos, criadora da série, com coordenação artística de Mônica Maia e Fernando Costa Netto - DOC Galeria, tem suporte da vereadora Sandra Santana (PSDB/SP) e curadoria da jornalista, escritora, curadora e consultora de moda Lillian Pacce.

Exposição Feminino Plural
Divulgação

 

Para esse próximo passo, o projeto conta com 28 obras, agora no formato de 80 cm x 60 cm, de duas artistas mulheres com origens e caminhos diferentes, mas que se encontram no tema. 

A primeira delas é Criola. Ela traz a força da mulher preta, artista visual, que faz da arte urbana a sua luta política para fortalecer as mulheres, explorando cores e elementos brasileiros e com influência nas matrizes africanas.

Claudia Liz, a segunda, é artista multimídia, ícone da moda capaz de colocar sua arte em contextos tão diversos como ilustrar a coluna de política de um jornal de grande circulação e atuar num ensaio fotográfico pleno de atitude e questionamentos.

E não para por aí! A exposição insere o espectador no universo das artes e continua ajudando aqueles que estão em busca de um trabalho. 

Nesta nova fase, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo entra com uma ação para oferecer uma alternativa àqueles que buscam uma oportunidade de emprego e qualificação profissional. 

Feminino Plural
Divulgação

 

O CATE – Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo disponibiliza quatro Unidades Móveis durante o período em que a exposição fica em cartaz na Praça da República, onde também oferece orientações sobre o programa de Ensino à Distância para capacitação por meio de videoaulas e também dicas e inspirações para o cidadão escolher uma profissão ou optar pelo empreendedorismo. 

Os cursos oferecidos são gratuitos e foram desenvolvidos pela Fundação Paulistana, entidade vinculada à Secretaria. Eles também vieram de um lugar especial: surgiram com doações de conteúdos de dezenas de empresas e instituições parceiras, e abrangem áreas com demanda no mercado, como tecnologia, gastronomia, saúde e bem-estar, meio ambiente e sustentabilidade, economia criativa, entre outros.

Os alunos que finalizarem as capacitações terão direito a certificados emitidos automaticamente pela plataforma.

“Feminino plural, esse tema sempre foi muito caro à UGT. Essas bandeiras nos acompanham desde a nossa fundação, em 2007. Agora, estamos ampliando o alcance da exposição que homenageia as mulheres. Todas elas, brancas, pretas ou indígenas, são muito importantes nessa luta pela igualdade de direitos”, disse Ricardo Patah, presidente da UGT e atual presidente do Sindicato dos Comerciários de São Paulo. 

Chiquinho Pereira, Secretário Nacional de Organização e Formação Político-sindical da UGT, falou sobre a importância do projeto e respeito às mulheres: "As mulheres e meninas merecem respeito, empoderamento, apoio e participação efetiva de toda a sociedade brasileira nos debates e ações por seus direitos humanos e pelo fim de todas as formas de violência, opressão e discriminação”.

Exposição Feminino Plural obras
Divulgação

 


SOBRE:

Feminino Plural

Data: De 5 a 17 de agosto de 2021

Local: Praça da República

Realização: UGT – União Geral dos Trabalhadores

Curadoria: Lillian Pacce

Artistas: Criola e Claudia Liz

 

 

 

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI