Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Entenda o seu clitóris e garanta o melhor sexo da sua vida

Entender o que é e como funciona essa estrutura feminina é a chave para contabilizar inúmeros orgasmos intensos. Veja como se preparar para uma vida sexual muito mais interessante

Texto: Patrícia Affonso Publicado em 23/02/2017, às 08h00 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Entenda o seu clitóris e garanta o melhor sexo da sua vida
Entenda o seu clitóris e garanta o melhor sexo da sua vida - Shutterstock
LOCALIZAÇÃO
Não dá para ficar falando do clitóris se você — e o seu parceiro, é claro — não souberem exatamente onde ele está. Então aí vai a dica da psicóloga e sexóloga Carla Cecarello (SP) para, finalmente, encontrar essa “pérola do prazer”. “Apoie o dedo indicador sobre o umbigo e vá descendo em direção à vagina, sempre em linha reta. Logo na parte superior, entre os lábios vaginais, você vai sentir uma bolinha que parece uma ervilha. Esse é o clitóris! Fazendo esse caminho, e com a ajuda de um espelhinho, é possível reconhecê-lo perfeitamente”, garante. 

TAMANHO
Muito bem, com o auxílio das orientações acima você já encontrou o seu clitóris. Mas não vá pensando que ele se resume a uma bolinha que você tateou. “Aquela é só a cabecinha dele — o corpo fica escondido, dentro da vagina”, diz Carla. Ao longo do canal vaginal, ele se estende numa estrutura que mede entre 7 e 12 centímetros.

CAPUZ
É assim que os especialistas chamam a pele que envolve a cabeça do clitóris. “A capa, similar ao prepúcio do pênis, tem uma função protetora, que mantém o clitóris menos exposto e vulnerável a agressões externas”, diz a sexóloga Priscila Junqueira (SP). 

EREÇÃO
Sim, nós mulheres também temos ereção — no clitóris! “Ele possui internamente dois corpos cavernosos, que são estruturas de tecido erétil, como as do pênis. Quando a mulher fica excitada, eles se enchem de sangue e o clitóris fica inchado e muito sensível. Esse é um sinal bem claro para a mulher e o parceiro de que ela está excitada”, esclarece Carla. 

ESTIMULAÇÃO
Não é à toa que o clitóris é considerado a morada do prazer feminino. Sua função, aliás, é única e exclusivamente esta: fazer com que a mulher tenha orgasmos. Para você ter uma ideia da importância nesse sentido, basta dizer que a pequena estrutura concentra cerca de 8 mil terminações nervosas, de duas a três vezes mais do que o número presente na cabeça do pênis. Justamente por isso, o clitóris é extremamente sensível. Portanto, não pode ser tocado de qualquer maneira — ou o que era para ser gostoso pode acabar se tornando um verdadeiro incômodo. Não existe uma receita infalível, afinal cada mulher responde de uma maneira. É essencial que você descubra que tipo de toque a faz chegar às nuvens: circular, vai e vem, com pressão, suave, rápido, devagar... A masturbação é uma aliada e tanto para propiciar tais descobertas. “Na relação a dois, antes de chegar ao clitóris, é preciso aquecer bem os motores com muitos beijos e carícias pelo corpo”, destaca Carla. “No geral, o indispensável é que os primeiros toques sejam sutis e que haja lubrificação — natural ou de um lubrificante próprio para o sexo”, diz Priscila. Diga para o seu amado começar devagar e ir avançando, gradualmente, nos estímulos. Procure sussurrar ou gemer quando se sentir excitada, assim seu parceiro saberá que está indo na direção certa. Fale sem medo: é o seu prazer que está em jogo. Além disso, os homens acham supersexy quando as parceiras verbalizam o que gostam na cama. 

PENETRAÇÃO
A verdade precisa ser dita: uma grande parcela de mulheres não consegue chegar ao orgasmo apenas com a penetração peniana. Se você faz parte desse time, não se intimide. A coisa tem razão de ser. “É que, com a penetração, o estímulo ao clitóris acontece internamente. No entanto, entre o corpo do pênis e o do clitóris existe uma barreira de músculo e mucosa. Por esse motivo, a manipulação é muito sutil e, por vezes, insuficiente para a mulher gozar”, esclarece Carla. A expert explica que, geralmente, a fórmula do sucesso está em combinar a penetração com o estímulo manual do clitóris. A mulher pode fazê-lo enquanto é penetrada ou pedir que o parceiro o faça. “É uma questão do casal fazer o arranjo mais conveniente para ambos”, orienta. 

POSIÇÕES
Algumas posturas favorecem a estimulação dessa zona mágica. No clássico papai e mamãe é preciso que a penetração ocorra de um ângulo mais alto. Colocar um travesseiro embaixo do bumbum pode facilitar a missão. Já quando você estiver por cima peça que o seu parceiro eleve um pouco o púbis para que, durante a sua movimentação, o clitóris seja deliciosamente massageado. Mas, claro, tudo é uma experimentação: juntos, vocês vão descobrindo outras formas de alcançar o prazer. O negócio é testar!
ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI