Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

MÊS DA MULHER: Desenho, arte e empreendedorismo! Rafaella Tuma ensina artistas a monetizarem seus trabalhos

Ela, que também é artista, aprendeu a ver seus traços com outros olhos e passou esse conhecimento a diante

Gabriele Salyna Publicado em 25/03/2021, às 16h52

MÊS DA MULHER: Rafaella Tuma ensina artistas a monetizarem seus trabalhos
MÊS DA MULHER: Rafaella Tuma ensina artistas a monetizarem seus trabalhos - Instagram

Rafaella Tuma sempre quis ser artista e trabalhar com desenho digital. Ela tinha apenas uma dúvida: como entrar nesse mundo.

Nos últimos anos, o mercado digital cresceu e surgiram novas oportunidades para quem trabalha com design, audiovisual, animação ou artes visuais; porém, a amplitude da área pode confundir pessoas que queiram seguir essa carreira, mas não sabem como começar.

Em busca de um curso que mais se aproximasse de seu sonho, Rafa escolheu seguir no design gráfico e nele aprendeu recursos que são fundamentais em seu trabalho hoje, porém ainda não era exatamente o que ela procurava.

Ao sair da faculdade, abriu uma empresa própria, um estúdio que vendia artes, campanhas e design para outras empresas.

E essa foi uma grande oportunidade para ela ver o mundo com outros olhos. Rafa começou a entender o mercado e estudou todas as vertentes que ela poderia trabalhar.

Depois de alguns anos, ela percebeu que não queria trabalhar na parte administrativa, que preferia estar envolvida diretamente com o processo de criação, e resolveu virar freelancer.

Não foi uma jornada fácil conseguir se posicionar de maneira forte na área, mas, antes mesmo de montar um portfólio próprio, Rafa já havia conseguido clientes importantes, e tudo graças ao seu aprendizado enquanto era administradora de sua empresa.

A carreira da artista decolou! Atenta a tudo o que rola no universo artístico, ela começou a investir nas suas redes sociais. No início, quando seu Instagram ainda possuía pouco alcance -hoje ela conta com mais de 121 mil seguidores -, ela dava dicas para seus seguidores sobre como se inserir e se estabelecer no mercado artístico.

Isso chamou a atenção de uma plataforma online. Rafa conseguiu uma parceria com a marca para que ela fizesse um curso teórico sobre empreendedorismo artístico para artistas iniciantes.

O projeto ganhou o nome de ‘A arte de viver da arte’ e fez sucesso dando dicas para esses profissionais de como escolher sua vertente e crescer a partir dessa escolha, para que se consiga ter um lucro e até sobreviver com base na sua arte.

“Na nossa área, muitos artistas são mais focados na parte criativa, e não tem a cabeça tão voltada para negócios. O meu curso incentiva o profissional a ter essa visão de mercado, e monetizar seu lado artístico para sobreviver de seu trabalho”, contou a Rafaella. 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI