Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Comportamento » Inspiração

MÊS DA MULHER: Nada de competição! Gabie Fernandes conta quais foram suas inspirações femininas para que se tornasse uma escritora e atriz de sucesso

A estrela do ‘Depois das Onze’ disse que, desde sempre, as mulheres são ensinadas a competirem entre sim, mas, na verdade, elas marcam positivamente as histórias umas das outras

Gabriele Salyna Publicado em 24/03/2021, às 13h02

MÊS DA MULHER: Gabie Fernandes conta quais foram suas inspirações femininas para que se tornasse uma escritora e atriz de sucesso
MÊS DA MULHER: Gabie Fernandes conta quais foram suas inspirações femininas para que se tornasse uma escritora e atriz de sucesso - Instagram

Gabie Fernandes é conhecida pelo seu bom-humor, pela energia, atuação e por sua escrita! Para chegar onde chegou, a escritora e atriz recebeu alguns incentivos bem especiais que marcaram sua vida para sempre.

A estrela das letras e da internet contou que as mulheres são ensinadas a criarem uma competição entre elas, mas que, na verdade, elas são as forças e inspirações umas das outras.

“A gente aprende desde muito nova que mulheres competem entre si. Que não dá pra confiar. Empurram pra gente a visão de que parceria mesmo é só com amigo homem. Sororidade está em voga não faz tanto tempo e muitas mulheres da minha idade ainda carregam em si um medo que não foi criado por elas: o medo de outras mulheres.”, disse.  

Ela comentou que isso está mudando! Gabie contou que tirou a sorte grande em ter mulheres inspiradoras e maravilhosas em sua vida: “Por sorte, conhecimento ou referência, essa visão segue mudando e cada vez mais meninas se apoiam umas nas outras. Eu sempre tive mulheres incríveis na minha vida. E todas elas de alguma maneira mudaram o rumo da minha existência.”.

A escritora revelou que tem uma mulher bem especial em sua trajetória no universo das palavras: “Uma das mulheres que mudaram o meu caminho, e muito provavelmente ela nem sabe disso, foi a minha professora Elaine de português.”.

Gabie abriu sua vida particular e narrou uma história bem pessoal:“Eu estava na oitava série, amava escrever e nunca mostrava pra ninguém. Sonhava em ter livros, escrever para revistas e sair em jornais. Mas tudo isso ficava no meu íntimo muito bem guardado. Um dia a professora Elaine mostrou a minha redação como referência, uma crônica de costumes baseada na obra de Luís Fernando Veríssimo, pra toda turma. Meu coração palpitava e quase saia pela boca. Fiquei vermelha. A turma aplaudiu. Prof Elaine veio me dar os parabéns e me disse que eu escrevia muito bem. A partir daí ela colocava lindas observações nos meus textos. Quando me formei no ensino fundamental ela chorava abraçada comigo, me entregou um livro da Martha Medeiros, Montanha-russa. Tenho o livro até hoje. A partir daquele dia algo em mim já acreditava na possibilidade de ser escritora. Hoje, com milhares de livros vendidos, eu vejo que ali eu iniciei a minha jornada. Graças a prof Elaine que viu em mim mais do que timidez.”.

“Já mais velha a diretora do meu ensino médio, Diretora Marisa, me deu uma bolsa pra eu completar meus estudos. De novo uma mulher acreditando na minha vontade de conhecer de tudo.”, contou.

Depois de sua introdução na escrita, foi a hora de chegar na internet. Gabie contou como conheceu Thalita Meneghim e fundaram o Depois das Onze, um dos canais mais famosos do Youtube.

“Aos 16 anos eu conheci a Thalita, minha amiga e também sócia. Nas nossas conversas de adolescência ríamos imaginando um futuro com peças lotadas, programas de TV e filmes sobre a nossa vida passando nos cinemas. Hoje, 9 anos depois, com 3 milhões de inscritos, a terceira bilheteria mais vendida do Brasil em 2017, programas no Multishow e na iminência de novos projetos, eu ainda vejo aquela menina cheia de sonhos quando ligo pra Thali pra fofocar ou chamar pra tomar vinho.”, contou.

Gabie falou da importância de ter a amiga em sua vida: “Quando estamos juntas e passamos devagar por cada ponto da nossa história nos emocionamos: crescer com outra mulher faz a gente se admirar ainda mais.”.

“E, lógico, no meio de todas essas andanças a minha mãe, Jú, esteve sempre na torcida. Quando contei pra minha mãe que sai da faculdade pra fazer teatro ela chorou comigo, ela viu em mim a realização e isso me deu coragem pra não desistir.”, declarou.

Gabie falou sobre a força da mulher: “Eu quero hoje porque muitas mulheres quiseram antes de mim. Eu sigo hoje porque muitas mulheres me abriram o caminho, caminharam comigo e diversas vezes me puxaram pela mão quando eu empaquei de medo.”.

“Das lições que aprendi empreendendo a mais bonita que eu tiro é: ‘Eu sou porque somos’”, refletiu a estrela.

Por fim, a escritora e atriz deixou uma mensagem de incentivo: “Ninguém vai longe sozinho. A todas as mulheres da minha vida o meu mais sincero ‘Vamos juntas!’”.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI