Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Comportamento » NÃO EXISTE 'ESTUPRO CULPOSO'

Não existe estupro culposo: Famosas se revoltam com sentença do caso Mariana Ferrer

Rafa Kalimann, Iza, Bruna Marquezine, Deborah Secco, e outras usaram suas redes sociais para protestar contra a absolvição de André de Camargo Aranha

MÁXIMA DIGITAL Publicado em 04/11/2020, às 12h56

Famosas se pronunciaram sobre sentença no caso Mariana Ferrer
Famosas se pronunciaram sobre sentença no caso Mariana Ferrer - Instagram

O caso Mariana Ferrer voltou a ser assunto no Brasil nesta terça-feira, 3, após ser decretada a sentença de André de Camargo Aranha, acusado pela influencer por estupro. 

O site 'The Intercept Brasil' divulgou informações do processo, que mostraram que o empresário foi inocentado, mesmo com provas de que teria violentado a jovem. 

O advogado de Aranha, Cláudio Gastão da Rosa Filho, alegou que não teria como André saber que, durante o ato sexual, Mariana não estava em condições de permitir a relação, e por isso, o crime foi classificado como “estupro culposo”, quando não há intenção de estuprar. 

Não existe no Código Penal tal dominação, e por essa razão, não teria como condenar André Aranha por um crime, que em tese, não existe. O juiz do processo acatou a defesa e inocentou o empresário por falta de evidências de que a relação sexual não foi consentida. 

As redes sociais se indignaram com a sentença taxada de “estupro culposo” e se revoltaram contra a resolução do caso. Uma série de famosas se pronunciaram em objeção a ordem judicial. “Mariana Ferrer, eu admiro sua coragem de uma forma que você nem imagina”, disse Anitta

Não teve a intenção de estuprá-la’. Ahn? Isso existe? Quantas ? Quantas vezes? Quantas vezes mais? Quantos outros medos? Quantas outras agressões? Quantos outros estupros ‘sem querer’? Quanto tempo nós temos? Talvez nenhum. Não dá pra esse medo continuar. Quantas escondem o estupro ou a agressão ou medo de expor e ninguém acreditar?”, lamentou Rafa Kalimann

‘Estupro culposo' não existe”, apontou a cantora Iza. “Justiça por Mariana Ferrer”, pediu a atriz Deborah Secco. “Vocês acham possível estuprar sem querer? Estupro culposo é o ato de estuprar alguém sem intenção de estuprar ou de julgar alguém sem a intenção de condenar?”, escreveu Bruna Linzmeyer

Mc Rebecca demonstrou apoio à vítima. “Mano, o que o Brasil está virando? 'Estupro Culposo' não existe! Justiça por Mari Ferrer. Um país onde ser MC é crime e um estuprador é inocentado”. “Estupro culposo não existe. Não da pra entrar num tribunal como vítima e sair como culpada. Mariana Ferrer, estou com você. Homens de bem, essa luta também é de vocês”, pediu Fernanda Lima

Bruno Gagliasso, Sandra Annenberg, Taís Araújo, Gabi Amarantos, Gkay, Luísa Sonza, são outras personalidades que se manifestaram em oposição à sentença.

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI