Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Seu pet também sofre com o calor! Saiba como cuidar de animais de estimação durante o verão

Tosa, escovação e hidratação são as chaves para manter o cão fresquinho

MÁXIMA Digital Publicado em 05/02/2019, às 10h24 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

A tosa é uma das maneiras de amenizar o calor dos animais
A tosa é uma das maneiras de amenizar o calor dos animais - Envato Elements

Durante o verão não são só os humanos que precisam de cuidados especiais. Com o sol e as altas temperatuas desta estação, os pets também sofrem -- e muito.

Pensando neles, listamos, com a ajuda de um especialista, sugestões incríveis para os cães ficarem sempre fresquinhos e bem cuidados.

Tosa

A respiração e a pelagem são formas de equilibrar a temperatura corporal dos animais, por isso é importante manter a tosa em dia, especialmente no verão. Rafael Oliveira, especialista em banho e tosa da ComportPet, afirma que “assim como intensificar os banhos, a tosa ajuda não só no controle do calor excessivo do animal, mas também no combate às pulgas e feridas causadas pelas altas temperaturas e pela umidade elevada”.

No entanto, é preciso estar atento a especificidade de cada raça. Para a raça Golden Retriever, por exemplo, a tosa recomendada é trimming. Nesse método, os excessos de pelo são tirados do dorso e os pelos das patas, da parte traseira e das orelhas são aparados.

Outras raças que se beneficiam com a tosa são Poodle, Lhasa, Apso, Shih Tzu, Schnauzer, Maltês, Cocker Spaniel e Yorkshire. “Eles têm pelagem longa, e durante o verão podem se molhar e se sujar com mais frequência, causando mau cheiro e dermatites”, explica Oliveira.

Já Lulu da Pomerânia, Shiba, Akita e Chow Chow não devem ser tosados nesse período, porque “perdem naturalmente parte da pelagem nessa época do ano para sentirem menos calor”, comenta o especialista.

Escovação, sombra e hidratação

Apesar de a tosa ajudar no equilíbrio da temperatura, não alivia o calor dos animais. Rafael Oliveira comenta que os pelos devem ser sempre escovados para eliminar os pelos mortos. 

Manter os cães em lugares com sombra auxilia na proteção da exposição ao sol. “Além de água em abundância, sempre fresca", explica, "nesse período, inclusive, pedras de gelo na água são muito bem-vindas”.

Uma superfície fresquinha para o animal se refrescar também é bem-vinda.

“Meu cão tem medo de tosa”

É possível que alguns cães sintam medo na hora da tosa por causa do barulho da máquina, por serem manuseado por alguém desconhecido ou até mesmo por estarem em um ambiente desconhecido.

Nesses casos, o especialista indica mimar os animais: “oferecer petiscos ou brinquedos antes e depois da tosa pode ajudar o cão a associar aquele momento a algo positivo”. Levar o cãozinho sempre ao mesmo local e para um profissional de confiança pode evitar o estresse dele cada vez que chegar em um lugar novo para ser tosado.

Consulte um profissional

Como cada raça possui sua individualidade, em caso de dúvida, a melhor opção é procurar um profissional. Segundo o especialista, veterinários e profissional de tosa e banho são “preparados para saber quais raças devem manter a pelagem mais longa ou mais curta, se a tosa durante o período deve realmente ser feita ou não, e qual o melhor tipo de para determinada raça, se é a higiênica ou bebê, por exemplo”.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI