Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Comportamento / Tatuagem

Tatuagem x Sol: Tatuador explica tudo sobre o tema

O tatuador Junior Araújo deu algumas orientações sobre como lidar com a tatuagem e o sol

Máxima Digital Publicado em 28/12/2021, às 12h00

Tatuagem x Sol: Tatuador explica tudo sobre o tema - Freepik
Tatuagem x Sol: Tatuador explica tudo sobre o tema - Freepik

Tatuagem e sol combinam? Podem estar juntas? Já tatuei e agora? Posso tatuar depois daquele banho de sol? Essas são algumas das perguntas que os amantes dos desenhos na pele fazem. 

Para esclarecer algumas questões e dar orientações sobre o assunto, o tatuador Junior Araújo separou alguns temas que você deve prestar bastante atenção. 

A pele pode estar bronzeada quando for fazer o desenho ou é melhor evitar sol nos dias anteriores? Por quê?

"Na verdade, o melhor é evitar o contato e o excesso de sol para evitar a vermelhidão. Normalmente com tanta exposição, a pele fica ressecada e não é aconselhável tatuar nesse período.", orientou ele. 

Já que devemos evitar o sol, o especialista disse quantos dias isso deve durar: "Se a pessoa tiver pego sol e dependendo do poder de regeneração da derme, em normalmente uma semana já está ok para tatuar.". 

Junior orientou sobre os cuidados essenciais em casa após ter feito a tatuagem até a cicatrização total 

"É fundamental manter o local limpo e hidratado. Costumo falar com meus clientes que a partir do momento que eu termino o meu trabalho, começa o dele. Evitar sol, crustáceos, excesso de gordura e atividade física nos cinco primeiros dias é fundamental.", disse. 

Com o calor é quase impossível ficar sem ir à praia ou piscina. O que é recomendado na hora de se expor?

"O ideal é não ir, mas em casos extremos indico o uso de camisa com proteção UV, e em momento nenhum aplicar protetor ou bloqueador solar a área tatuada, pois a química do protetor/bloqueador se mistura com o pigmento e deixa a tatuagem mais opaca pós-cicatrização. No caso de praia, é fundamental a pesquisa sobre a qualidade da água, pois a probabilidade de adquirir uma bactéria e infeccionar a tattoo é muito grande.", sugeriu. 

Já ouviu falar naquela crença popular de que água do mar cura tudo. O tatuador falou se pode mergulhar no mar e na água com cloro enquanto o desenho está cicatrizando: "Isso é lenda! Água do mar cura ferida da alma, da pele não (risos)".

Ele orientou sobre o uso de protetor solar: "Após a cicatrização, indicamos o uso do bloqueador. Quanto a camada branca, não influencia, o importante é a qualidade e o fator de proteção do filtro UV."

E depois do mergulho, o ideal é reaplicar o protetor? Para o especialista, é adequado colocar o produto novamente sobre a pele. 

"É indicado pelos próprios fabricantes a reaplicação do filtro de 3 em 3 horas. Mas lembrando, sempre depois que estiver completamente cicatrizada.", disse. 

Junior disse que a água termal pode ser utilizada para acalmar a pele desde que a tatuagem esteja cicatrizada.

Já em casa após a exposição ao sol, como retirar o protetor da pele sem machucar a parte da pele em que tem o desenho (e não arrancar as casquinhas)?

"Como respondido acima, no caso de tatuagem cicatrizando, não é indicado o uso de filtro algum, a não ser a camisa UV. Jamais aplicar protetor com ela recém-feita.", orientou. 

Por fim, o especialista deixou algumas orientações: "As pessoas precisam se conscientizar que o procedimento de tatuagem é um procedimento caro e definitivo. Indicamos veementemente que sejam respeitadas as etapas da cicatrização, para que seja garantida a durabilidade e a qualidade da tatuagem."

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI