Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Dieta e Saúde » Saúde

Dia nacional do Combate ao Colesterol! Conheça alguns alimentos que ajudam na prevenção da doença

No dia nacional do Combate ao Colesterol, conheça dez alimentos que auxiliam na prevenção dessa condição

Máxima Digital Publicado em 08/08/2019, às 14h52 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Alimentos que previnem o colesterol
Alimentos que previnem o colesterol - Banco de Imagem/Getty Images

Saúde em primeiro lugar!

O dia 8 de agosto é considerado o "Dia Nacional do Combate ao Colesterol". O excesso desse tipo de gordura no corpo pode desconfigurar o funcionamento de alguns órgãos e se tornar prejudicial à saúde. 

A nutricionista Angelica Grecco, especialista em Personal Diet e Atendimento, recomenda uma lista com alguns alimentos que ajudam na prevenção da doença. 

CONHEÇA 9 ALIMENTOS QUE AJUDAM NA PREVENÇÃO DO COLESTEROL:

1. Abacate: Ótima fonte de ácidos graxos mono e poli-insaturados, ajudam na prevenção do colesterol.

2. Aveia: Além das fibras insolúveis, a aveia contém uma fibra solúvel chamada betaglucana, que exerce efeitos benéficos ao nosso organismo. Ela retarda o esvaziamento gástrico, promovendo maior saciedade, melhora a circulação, controla a glicemia (açúcar no sangue) e inibe a absorção de gordura (colesterol).

3. Azeite: É fonte de ácido oléico, que regula as taxas de colesterol e protege contra doenças cardíacas. Faz bem ao aparelho cardiocirculatório e para controlar o diabetes do Tipo 2, reduzindo a taxa glicêmica. É também uma grande fonte de antioxidantes, como a vitamina E.

4. Chá: Principalmente o chá verde, pois os flavonóides, encontrados nesse tipo de chá, funcionam como antioxidantes e ajudam a prevenir a inflamação dos tecidos. Estas substâncias também podem proteger contra a formação de coágulos, que são as principais causas de ataques do coração.

5. Chocolate amargo: O leite e a manteiga de cacau acrescentam doses de gordura saturada na guloseima que provoca arrepios de desejo, principalmente nas mulheres. Mas o chocolate amargo pode fazer parte da sua dieta, porque é rico em flavonóides (substâncias que diminuem o LDL). Diariamente, inclua 30g do doce como sobremesa. Só não vale compensar: a porção de hoje não fica acumulada para amanhã, ou seu organismo não dá conta de aproveitar os benefícios.

6. Laranja: Ela não é boa só para gripes e resfriados. Os flavonóides, substâncias antioxidantes presentes na fruta, diminuem os níveis de LDL (colesterol ruim) no organismo, pois limitam a absorção do colesterol no intestino.

7. Linhaça: A semente é um dos alimentos mais ricos em ômega 3, por isso, é responsável por prevenir doenças cardiovasculares, e evitar coágulos ao diminuir as taxas de colesterol total e de LDL colesterol (ruim) e aumentar as de HDL colesterol (bom). Os benefícios da linhaça se potencializam quando a semente é moída ou triturada, já que sua casca é resistente à ação do suco gástrico e passa sem sofrer digestão no trato gastrointestinal.

8. Sardinha (e outros peixes de águas profundas): Eles são excelente fonte de ácido graxo ômega 3, um tipo de gordura boa, do tipo insaturada, encontrada nos peixes de água fria, como salmão, atum e truta. A gordura insaturada ajuda na redução dos níveis de triglicerídeos e colesterol total do sangue.

9. Soja: Rica em fitoesteróis (componentes também encontrados em óleos vegetais e margarinas enriquecidas).Além de ajudar a controlar problemas hormonais para as mulheres que estão na menopausa, a soja é uma excelente opção para quem quer proteger o coração: auxilia a diminuir o colesterol ruim (LDL), aumenta o colesterol bom (HDL).


 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI