Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Dieta e Saúde » SAÚDE

Gracyanne Barbosa comeu 8 mil ovos na quarentena; Nutrólogo aponta benefícios e riscos de ingerir o alimento

De acordo com o Dr. Sandro Ferraz, a ingestão demasiada de ovos pode sobrecarregar os rins

Máxima Digital Publicado em 14/10/2020, às 13h45

Dr. Sandro Ferraz aponta que, como qualquer outro alimento, o ovo, quando consumido em excesso, pode ser prejudicial -- É preciso ter o acompanhamento de um profissional!
Dr. Sandro Ferraz aponta que, como qualquer outro alimento, o ovo, quando consumido em excesso, pode ser prejudicial -- É preciso ter o acompanhamento de um profissional! - Instagram/ @Graoficial / Divulgação / MF Press Global

Muito consumido pelos que buscam a hipertrofia como resultado na academia, o ovo é uma rica fonte de proteína — nutriente primordial para construção de massa muscular.

Não é estranho pensar que uma das maiores musas fitness do Brasil, Gracyanne Barbosa, tenha esse alimento como base de sua dieta. Porém, a revelação de que ela comeu nada menos que oito mil ovos durante a quarentena chocou os internautas.

+++ Compulsão alimentar: nutricionista fala sobre alternativas que podem ajudar a controlar a ansiedade nesta quarentena

Apesar do auxílio que os nutrientes presentes no ovo trazem ao ganho de massa magra, o nutrólogo Dr. Sandro Ferraz aponta que como qualquer outro alimento, deve haver cautela no consumo. “Quando eles colocam oito mil ovos, na maioria das vezes a maior parte do que ela ingere é clara e não gema, que é a parte gordurosa do ovo. Provavelmente, essa é a principal fonte de proteína da dieta dela”, aponta.

Mesmo estando presente em outros alimentos, o fato da proteína do ovo ser mais acessível, do ponto de vista econômico, e de fácil digestibilidade e absorção, culminaram para sua popularidade entre os praticantes de exercícios físicos, mas é preciso cuidado.

“Todo excesso de proteína gera uma sobrecarga renal, ou seja, esse nutriente tem que ser calculado entre 1,5 a 2,5 gramas de peso, de acordo com a dieta de cada pessoa. Mas ingerir em grandes quantidades pode sim, causar riscos”, aponta.

Em caso de pessoas com histórico de doenças renais na família, a atenção deve ser redobrada visto que a proteína que não é usada pelo corpo é eliminada por meio do órgão, sobrecarregando suas funções. Entre os sintomas dessa sobrecarga estão pedra nos rins, problemas no fígado, aumento de peso e osteoporose — já que o nutriente em excesso ocasiona no aumento da excreção de cálcio.

Pessoas não atletas não precisam consumir essa grande quantidade de clara de ovo por dia, mas caso haja um objetivo e seja necessário aumentar a ingestão, um profissional da nutrição deve ser procurado para que o cálculo de proteína seja feito de maneira adequada a fim de evitar efeitos colaterais, recomenda Dr. Sandro Ferraz.

 

Benefícios dos ovos no organismo

Auxilia na saúde ocular: Rico em substâncias como luteína e a zeaxantina, antioxidantes que ficam na retina, a ingestão do ovo pode prevenir doenças oculares e degeneração macular.

Promove saciedade: Quem buscam por um processo de emagrecimento pode se beneficiar com a ingestão de ovos. Os nutrientes presentes no alimento contribuem para a saciedade e, por consequência, fazem com que a pessoa diminua a quantidade de calorias ingeridas.

Faz bem ao cérebro: De acordo com um estudo da The American Journal of Clinical Nutrition, devido a presença de devido à colina (vitamina B8), o ovo pode melhorar o desempenho do cérebro e até mesmo diminui o risco de demências.

Aumento de massa magra: O ovo proporciona ao organismo aminoácidos essenciais — não produzidos pelo corpo — que auxiliam no reparo e estruturação das fibras musculares.


Dr Sandro Ferraz tem 40 anos de idade e atua desde 2008 como clínico geral e fez a sua primeira especialização em gastroenterologia, além de pós graduações em nutrologia (Facinep), medicina ortomolecular (Instituto Arthur Lemos) e especialização em emagrecimento e longevidade (UNINGÁ).

Tendo uma experiencia pessoal de luta contra a obesidade e o sedentarismo, quando alcançou a marca de 117 quilos, tentou diversas dietas e métodos frustrados. Com isso, baseado em seus estudos e experiência pessoal desenvolveu o método PES (Programa de Emagrecimento Saudável), que ajudou mais de 2500 pessoas a saírem de um quadro de obesidade crítico e retomarem o controle das suas vidas sem precisar recorrer à intervenção cirúrgica.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI