Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima

Óleos vegetais: menos peso, mais saúde

Conquistar uma silhueta mais fina, sem usar remédios ou fazer mudanças drásticas na dieta, é um sonho possível. Confira o que há de novo

Texto: Diane Neubüser / Foto: Shutterstock Publicado em 17/02/2016, às 09h45 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Menos peso, mais saúde
Menos peso, mais saúde - Shutterstock
Seguir uma dieta de baixas calorias e praticar exercícios é a recomendação básica para emagrecer. Mas os experts em nutrição vêm descobrindo alimentos que ajudam a acelerar o metabolismo e... secar! São os chamados funcionais. 

O destaque vai para os óleos vegetais, como o de coco e o de linhaça, que proporcionam sensação de saciedade. Um estudo publicado no periódico American Journal of Clinical Nutrition revelou que quem consome óleo de coco regularmente aumenta em 12% a velocidade metabólica e, por isso, perde peso rapidinho. 

Outro experimento americano constatou que pacientes que ingeriram o produto, além de emagrecer, eliminaram sete vezes mais barriga do que os que não adotaram uma dieta com o alimento. Tanto as versões engarrafadas quanto as encapsuladas podem ser consumidas. 

No geral, uma colher (sopa) ou duas pílulas diárias são suficientes — procure orientação médica, sobretudo quem está grávida ou na terceira idade. A dica também vale para quem tem colesterol alto, embora estudos provem que esses óleos reduzem o problema. Veja os tipos mais populares e... emagreça já!

Óleo de linhaça
Evita picos de fome, abaixa o colesterol alto, previne doenças cardiovasculares (por ser rico em ômega 3), apresenta ação antioxidante e anticâncer e alivia os sintomas da menopausa. Acrescente na salada, na fruta ou no iogurte.

Óleo de gergelim
Aplaca a vontade de comer doces e massas, lubrifica os intestinos e melhora o processo digestivo. Além das propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, é rico em cálcio e fortalece os ossos.

Óleo de cártamo
Combate a gordura localizada na região abdominal e auxilia na redução de peso. “Dá mais resultado quando consumido antes das refeições”, afirma Patrícia. Ele também é antioxidante e anti-inflamatório (bom contra a retenção de líquido e a celulite). Use cártamo em pratos frios.

Óleo de coco
Acelera a metabolização de gorduras, tem ação antienvelhecimento e previne doenças degenerativas por ser um antioxidante natural. “Ainda diminui o colesterol, é antibacteriano, antiviral, antiprotozoário e antifúngico”, diz a nutricionista Patrícia Lopes (SP). Ele pode ser usado no preparo dos pratos — dá para cozinhar o arroz, temperar a salada...

Dica
Com exceção do óleo de coco, os de linhaça, cártamo e gergelim não podem ser aquecidos, pois perdem as propriedades benéfi cas para a saúde
ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI