Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Estilo » Polêmica

Gucci é acusada de racismo e retira peça de circulação. Internautas fazem teoria da conspiração

No Twitter, a grife pede desculpas, mas nem todo mundo acreditou

Máxima Digital Publicado em 08/02/2019, às 09h01 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

A peça foi retirada de circulação e empresa pede desculpas
A peça foi retirada de circulação e empresa pede desculpas - Getty Images

Na última quinta-feira (07), a Gucci foi acusada de racismo e acabou tirando uma peça de circulação. O suéter polêmico era preto com gola alta que subia até o nariz e, na parte da boca, havia uma abertura com um grande contorno vermelho.

A marca italiana foi acusada de fazer blackface, uma técnica do teatro em que os atores são pintados com carvão para representar personagens pretos de forma caricatural. 

No Twitter, a grife se desculpou dizendo que retirou o suéter de circulação da loja online e de todas as lojas físicas. Disse ainda que considera a diversidade um valor fundamental que deve ser “afirmado, respeitado e estar sempre à frente das decisões" que eles tomam. 

Mas parece que as desculpas não convenceram todos os internautas! Alguns acreditam que o episódio foi proposital para ter atenção. “Gucci veio com um pedido de desculpas depois de conseguir a atenção que queriam” e "estou começando a pensar que as companhias fazem isso de propósito", foram alguns dos comentários. Será que a Gucci sabia qual seria a repercussão?

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI