Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Polêmica

Ana Hickmann abre o jogo sobre cunhado acusado de homicídio; entenda o caso

"Meu cunhado é inocente", declara Ana Hickmann sobre novo julgamento que acontecerá em setembro

Máxima digital Publicado em 23/08/2019, às 18h30 - Atualizado às 18h32

Ana Hickmann sai em defesa de seu cunhado acusado de homicídio; entenda o caso
Ana Hickmann sai em defesa de seu cunhado acusado de homicídio; entenda o caso - Reprodução/Instagram

Ana Hickmann se pronunciou sobre o novo julgamento do cunhado que acontecerá no dia 10 de setembro. 

Desde 2016 a apresentadora está envolvida com a justiça. Ela e sua família foram feitas de reféns por um suposto fã. Seu cunhado, Gustavo Côrrea, foi acusado de homicídio por ter matado o criminoso,mas a apresentadora saiu em defesa do familiar, em entrevista dada ao TV Fama.

“A gente acredita na justiça, continua acreditando que nós somos inocentes, que meu cunhado é inocente. Essa história de excesso, até hoje é muito difícil de entender o porquê esse promotor insiste em fazer isso com a gente”, disse a loira. 

“É muito difícil acreditar que alguém tenha coragem de olhar para pessoas que foram vítimas e dizer que a gente que é bandido. Os papéis se invertem, isso não está certo, me entristece demais. E continua mexendo numa ferida que fez muito mal e que a gente trabalha até hoje para superar”, declarou.

“Sinto muito, a gente nunca pediu para ninguém entrar no quarto, fazer roleta russa na minha cabeça nem atirar contra nossa própria família. O que aconteceu lá é o que a gente já deixou bem claro: a gente foi defender a própria vida. Espero muito que depois do dia 10 de setembro tudo se acabe, de uma vez por todas”, concluiu.

No próximo julgamento, será decidido se a atitude de Gustavo foi em legítima defesa. 

RELEMBRANDO O CASO

Ana Hickmann e seu cunhado Gustavo Correa com esposa, Giovanna, foram feitos de refém em maio de 2016, em um hotel onde estavam hospedados. 

Rodrigo Augusto de Pádua era um fã da apresentadora que invadiu o quarto, onde os três se encontravam, com o intuito de abordar a apresentadora. Após atirar em Giovanna, Rodrigo foi morto por Gustavo que, segundo a família, reagiu em legítima defesa: " Se ele estivesse aqui, eu estaria morto. Então, lutei pela minha vida".

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI