Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos / Eita

Anitta alfineta Jair Bolsonaro por decisões políticas: "Apocalipse do Governo que não cuida da natureza"

A cantora ainda fez dura crítica ao presidente ao comparar o futuro do Brasil com a série 'The Handmaid's Tale'

Máxima Digital Publicado em 29/09/2020, às 16h15

Anitta alfineta Jair Bolsonaro por decisões políticas - Reprodução/ Instagram
Anitta alfineta Jair Bolsonaro por decisões políticas - Reprodução/ Instagram

Anitta não quer deixar o seu post de ser a 3ª personalidade mais influente na política no Brasil como mero acaso. Na últiam segunda-feira, 29, as suas redes sociais, a cantora fez duras críticas ao presidente  Jair Bolsonaro após o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, aprovar a extinção de duas resoluções que restringiam o desmatamento e a ocupação em áreas de preservação ambiental de vegetação nativa, em restingas e manguezais. As regras estavam em vigor desde 2002. 

Através dos Stories, a funkeira falou que 'alguém precisa interditar essas pessoas' ao compartilhar a notícia com o rosto de Bolsonaro e Ricardo. Em seguida, ela desabafou: "Brasil daqui uns anos se continuarmos nesse caminho. Presidente vai respirar seguidor no Twitter ao invés de oxigênio e beber esgoto ao invés de água".

Pelos Stories do Instagram, Anitta escreveu: “Já já a gente acorda e o Brasil está assim, né Presidente?“. A cantora também marcou o perfil de Bolsonaro.

Na imagem, ela compartilhou uma cena da série The Handmaid's Tale que mostra uma  sociedade com governo totalitário onde as mulheres são obrigadas a serem “propriedades” de famílias de elite com o objetivo apenas de procriar, sendo que os bebês nem vão ser delas. Essas mulheres são proibidas de trabalhar, de terem suas próprias famílias e até de ler.

Só que ela não parou por aí. Neste terça-feira, 29, a carioca mostrou que estava prontíssima para a gravação do Caldeirão do Huck e debochou do presidente: "Estou indo lá trabalhar me achando a última Coca-Cola do deserto. Coca-cola não. A última Anitta do deserto que eu sou a própria referência. To me sentindo a última beats encontrada no mundão após o apocalipse do Governo Bolsonaro que não cuida da natureza. Que horror!".

Vale lembrar que a cantora, que fez lives sobre política com a advogada Gabriela Prioli, afirmou que espera colaborar para que o seu público tenha votos mais conscientes nas eleições municipais do Brasil em 2020. Segundo a empresa Quaest, a pedido do Sonar e divulgado pelo jornal O Globo, Anitta só fica atrás do presidente Jair Bolsonaro e do youtuber Felipe Neto.

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI