Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Cancelamento

Anitta lamenta cancelamento de festa de aniversário por conta do coronavírus: "Nunca tive uma festa de verdade"

A cantora contou o motivo de ter ficado tão chateada com o cancelamento do evento

Máxima Digital Publicado em 27/03/2020, às 09h50

Anitta lamenta cancelamento de aniversário
Anitta lamenta cancelamento de aniversário - Instagram

Anitta mostrou que é gente como a gente e também se chateia quando os planos não são cumpridos como planejados. 

A poderosa assoprará suas 27 velinhas de aniversário na próxima segunda-feira, 30, mas teve que cancelar sua festa por causa do coronavírus. 

Sendo assim, por enquanto, não teremos o tão esperado evento, que conta com a presença de familiares e amigos da artista. 

Chateada com a situação, a cantora lamentou o fato e confessou aos seus seguidores que estava sentida com o que está acontecendo

"Bateu uma bad real por causa da quarentena. Está chegando meu aniversário e cancelei minha festa. Sei que tem gente vivendo coisas horríveis, gente mal de saúde e financeiramente. Graças a Deus, meu motivo é este. Devia até ter vergonha de falar isso, mas bateu a tristezinha", disse a morena. 

Sempre muito sincera, a gata explicou o motivo da festa de aniversário ser uma coisa tão importante para ela e a resposta está em seu passado

"Quando era criança e adolescente, não tinha dinheiro para fazer festa. Era enlouquecida para ter uma festa. Minha família só fazia um bolinho com muito amor. Nunca tive uma festa de verdade. Só fui ter uma festa quando virei cantora. Antes, não tinha grana, por isso hoje capricho tanto na festa.", contou. 

A musa ainda falou que esse período de reclusão proposto pela quarentena tem a deixado reflexiva e pensativa. 

"Estou triste, mas vai passar. Você fica meio solitário, né? Fica preso, sem ver as pessoas... É hora de pensar em gente que realmente tem motivo para ficar para triste. Minha festa é um grãozinho de areia perto do que tem gente passando.", disse.