Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Despedida

Aos 72 anos, morre o cantor baiano Moraes Moreira

O artista faleceu em sua casa no Rio de Janeiro, durante o sono

Máxima Digital Publicado em 13/04/2020, às 14h09

Morre o cantor Moraes Moreira, aos 72 anos
Morre o cantor Moraes Moreira, aos 72 anos - Instagram

Na madrugada desta segunda-feira, 13, o cantor e compositor Moraes Moreira morreu, aos 72 anos, em casa, no bairro da Gávea, no Rio de Janeiro. 

Segundo a assessoria do artista, ele morreu por volta das 6h depois de sofrer um infarto agudo do miocárdio.

O irmão do cantor, Eduardo Moraes, relatou que o corpo de Moraes Moreira foi encontrado após a chegada da empregada doméstica no apartamento em que ele morava sozinho.

Ainda de acordo com a assessoria, as informações sobre o enterro não serão divulgadas para evitar aglomerações, como prevenção à Covid-19.

Moraes Moreira foi um dos criadores de um dos maiores grupos musicais da música brasileira, os Novos Baianos, consagrado pelo álbum Acabou Chorare, lançado em 1972. O trabalho juntava samba, rock, bossa nova, frevo, choro e baião e possui músicas inesquecíveis como Mistério do Planeta e A Menina Dança.

O artista emplacou trilhas em várias novelas da TVGlobo, incluindo o sucesso Roque Santeiro (1985), que trazia como tema de abertura a música Santa Fé.

Nos últimos anos, Moraes Moreira participou de shows de reunião dos Novos Baianos e também de trabalhos solo. O artista também se dedicou a tocar com o filho. No total, ele lançou mais de 60 discos entre a carreira solo, Novos Baianos, Trio Elétrico Dodô e Osmar, além da parceria com o guitarrista Pepeu Gomes.

Em março deste ano ele fez a última postagem no Instagram falando sobre a quarentena que o mundo vive por causa da Covid-19. Confira:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Oi pessoal estou aqui na Gávea entre minha casa e escritório que ficam próximos,cumprindo minha quarentena,tocando e escrevendo sem parar. Este Cordel nasceu na madrugada do dia 17, envio para apreciação de vocês .Boa sorte Quarentena (Moraes Moreira) Eu temo o coronavirus E zelo por minha vida Mas tenho medo de tiros Também de bala perdida, A nossa fé é vacina O professor que me ensina Será minha própria lida Assombra-me a pandemia Que agora domina o mundo Mas tenho uma garantia Não sou nenhum vagabundo, Porque todo cidadão Merece mas atenção O sentimento é profundo Eu não queria essa praga Que não é mais do Egito Não quero que ela traga O mal que sempre eu evito, Os males não são eternos Pois os recursos modernos Estão aí, acredito De quem será esse lucro Ou mesmo a teoria? Detesto falar de estrupo Eu gosto é de poesia, Mas creio na consciência E digo não a todo dia Eu tenho medo do excesso Que seja em qualquer sentido Mas também do retrocesso Que por aí escondido, As vezes é o que notamos Passar o que já passamos Jamais será esquecido Até aceito a polícia Mas quando muda de letra E se transforma em milícia Odeio essa mutreta, Pra combater o que alarma Só tenho mesmo uma arma Que é a minha caneta Com tanta coisa inda cismo.... Estão na ordem do dia Eu digo não ao machismo Também a misoginia, Tem outros que eu não aceito É o tal do preconceito E as sombras da hipocrisia As coisas já forem postas Mas prevalecem os relés Queremos sim ter respostas Sobre as nossas Marielles, Em meio a um mundo efêmero Não é só questão de gênero Nem de homens ou mulheres O que vale é o ser humano E sua dignidade Vivemos num mundo insano Queremos mais liberdade, Pra que tudo isso mude Certeza, ninguém se ilude Não tem tempo,nem.idade

Uma publicação compartilhada por Moraes Moreira (@moraesmoreiraoficial) em

 

Nas redes sociais, houve uma grande comoção por seu falecimento e o seu nome é o assunto mais comentado do dia no Twitter. Veja as homenagens feitas pelos fãs do cantor:

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI