Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » ESPERANÇA

Após agressão de ex-diplomata, atriz vai lançar livro para ajudar mulheres vítima de violência doméstica

Cristiane Machado viveu momentos de horror com agressões de Sérgio Thompson-Flores

Máxima Digital Publicado em 13/03/2019, às 13h12 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Cristiane Machado
Cristiane Machado - Reprodução/RecordTV

Cristiane Machado, 35, viveu um filme de terror no ano passado, quando foi brutalmente agredida pelo seu ex-marido Sérgio Thompson-Flores, 59.

A atriz está fora do desde 2018, quando interpretáva 'Deborah' em 'A Terra Prometida' na RecorTV. Cristiane já participou de novelas da TV Globo e foi a inspiração do tema de abertura da novela 'Passione'.

A modelo conheceu o ex-diplomata em 2017, quando ele a convidou para fazer fotos para um projeto da sua academia de ioga. Desde então os dois começaram a se envolver. Foi tudo muito rápido. Meses depois do primeiro encontro, o casal marcou a data do casamento ainda para aquele ano. 

O inferno na vida de Cristiane começou no dia 5 de novembro de 2017, quando o ex-marido chegou em casa muito irritado. A ex-global conta que tentou entender o que estava acontecendo, e a partir daí ele começou a agredi-la com o primeiro empurrão.

Thompson chegou a se desculpar, pois o casório estava marcado para o dia 7 de novembro. A morena o perdoou, e se casou.

Porém, após a cerimônia as agressões continuaram. Foi aí que a atriz decidiu instalar câmeras em sua própria residência. As gravações mostraram momentos de horror e medo. Todas as filmagens foram a público e Cristiane Machado conseguiu uma medida preventiva e está sob a segurança da justiça. Desde então, Sérgio Thompson-Flores está foragido.

DANDO A VOLTA POR CIMA

O tempo passou e Cristiane segue sua vida tentando esquecer o trauma. Recentemente, a musa de 'Passione' assinou um contrato com a editora Tinta Negra Bazar Editorial, do Grupo Editorial Zit, onde vai lançar um livro em apoio as mulheres que sofrem violência doméstica.

Em entrevista a Quem, a futura escritora contou um pouco do que vai trazer no livro:

"Vou falar da Cristiane antes de tudo acontecer, porque eu já tinha uma carreira, e da Cristiane depois, passando pelo fato em si. Mas também vou comentar sobre as brechas que o sistema dá, as brechas que a Lei Maria da Penha permite, fazendo com que muitas mulheres não denunciem, a dificuldade pós-denúncia, as manobras de defesa do agressor. Quero mostrar a verdade, as dificuldades que encontrei no sistema judiciário, na polícia. Isso virou uma missão para mim até para tentar mudar".

No carnaval, a bela fez um ensaio com o tema da festa e curtiu os dias de folia no camarote Itaipava, na Marquês de Sapucaí.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI