Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Racismo

Após episódio de racismo na Ucrânia, Pelé abre o coração e revela momentos de preconceito no futebol

Aos 79 anos, Pelé falou sobre racismo no esporte e relembrou momentos do passado

Máxima Digital Publicado em 13/11/2019, às 12h55 - Atualizado às 12h56

Pelé
Pelé - Instagram

Pelé não escondeu sua indignação com atos de racismo que sofreu no passado. 

O ex-craque, que marcou a história do futebol brasileiro, relembrou episódios de preconceito e falou sobre os dias atuais em entrevista a revista VEJA. 

Ele contou que jogadores brasileiros negros eram constantemente atacados pela torcida da Argentina quando iam jogar no país. 

"Do nosso lado aqui, na Argentina, quando o Santos jogava lá tinha aquela coisa de chamar de macaco, ‘los macacos de Brasil‘. Isso sempre teve", disse. 

Pelé ainda comentou que, ainda hoje, vê situações como esta. 

"O mais triste agora é que já temos mais informação e o racismo continua acontecendo", reforçou. 

Aos 79 anos, o ídolo do futebol, apresentou saúde debilitada, tendo ficado internado na França após uma infecção urinária. 

NEYMAR VISITA PELÉ NO HOSPITAL

Neymar Jr. visitou Pelé no hospital nesta segunda-feira (8). O ex-craque está internado em Paris, França, desde o último dia 3, após passar mal por conta de uma crise de infecção urinária.
O ex de Bruna Marquezine ainda fez questão de provocar seus seguidores: ''Hoje da PEIXÃO .. sim ou sim !!!!'', disse o jogador fazendo referência ao jogo entre Santos e Corinthians no Campeonato Paulista, que acontecerá nesta segunda-feira (8),  às 20 horas.
Neymar Jr. está fora dos gramados desde o começo do ano por conta de uma nova lesão no quinto metatarso do pé direito. Atualmente, ele joga no clube Paris Saint-Germain. 
 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI