Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » 'PÂNICO NA JOVEM PAN'

Barraco! Augusto Nunes agride Glenn Greenwald em programa de rádio: ''A coisa mais nojenta que já vi na minha vida''

Os jornalistas discutiram feio ao vivo e Emílio Surita teve que pausar o programa por 12 minutos

Máxima Digital Publicado em 07/11/2019, às 13h25 - Atualizado às 13h31

Augusto Nunes e Glenn Greenwald
Augusto Nunes e Glenn Greenwald - Youtube

O programa ‘Pânico’, da rádio Jovem Pan, desta quinta-feira, 7, foi palco de um verdadeiro barraco envolvendo o jornalista Augusto Nunes, da Record TV e Glenn Greenwald, do The Intercept.

Tudo começou após Glenn chamar Nunes de covarde por ter feito comentários sobre os seus filhos com o deputado David Miranda.

Fora de si, Augusto acabou agredindo o colega de profissão.

Diante da cena, o apresentador Emilio Surita suspendeu o programa por 12 minutos, e, na volta, Augusto Nunes já havia deixado a atração, enquanto Glenn permaneceu no local.

ENTENDA A BRIGA 

Glenn começou a questionar o jornalista da Record sobre se um juiz deveria investigar sua família:

“Nós temos muitas divergências políticas, eu não tenho problema nenhum em ser criticado pelo meu trabalho – eu critico ele também. Mas o que ele fez… (O que) ele disse nesse canal, na Jovem Pan, foi a coisa mais feia e suja que eu vi na minha carreira como jornalista, inclusive fazendo guerra com CIA, governo Obama, governo do Reino Unido. Ele disse que um juiz de menores deveria investigar nossos filhos e decidir se nós deveríamos perder nossos filhos. (Que) eles deveriam voltar para o abrigo, com base nenhuma. Acusando que estamos abandonando, fazendo negligência de nossos filhos. A coisa mais nojenta que eu vi na minha vida. Eu quero saber se você acredita que um juiz de menores deveria investigar nossa família com possibilidade de tirar nossos filhos de nossa casa, sem pai nem mãe, sem família nenhuma”.

Nunes então respondeu:

“Essa é a prova de que o Brasil criou o faroeste à brasileira. Quem tem que se explicar é quem comente crimes, quem fica cobrando quem age honestamente. Ouça-me: o que eu disse, vocês vão perceber, é que ele não sabe identificar ironias, não sabe identificar um ataque bem-humorado. Convido ele a provar em que momento eu pedi que algum juizado fizesse isso. Disse apenas que o companheiro dele passa tempo em Brasília, passa o tempo todo lidando com material roubado. Quem vai cuidar dos filhos?”, afirmou.

Glenn rebateu: 

“Você é um covarde! Você é um covarde! Eu vou falar o porquê”.

Neste exato momento, Greenwald foi interrompido por Augusto, que tentou agredir o convidado pela primeira vez, mas não o acertou. Em seguida, ele consegue acertar o rosto de Glenn.

Depois da pausa, o programa voltou ao vivo. 

“Ele disse: quero saber, quem está cuidando desses filhos? Um juiz de menores deveria investigar’. Não foi nada irônico. (…) Ele nunca falaria que um juiz deveria investigar se os chefes que têm filhos, onde os dois pessoas trabalham. Ele só fala isso sobre nós. Isso é covardia”, disparou Glenn.