Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Big Brother Brasil

BBB20: Mariana Xavier solta o verbo sobre Guilherme: "Façam sua difícil escolha e respeitem a prioridade alheia"

A atriz não teve papas na língua para acusar o brother de praticar 'gaslighting' contra Gabi Martins

Máxima Digital Publicado em 02/03/2020, às 17h15 - Atualizado às 17h16

Mariana Xavier soltou o verbo sobre Guilherme Napolitano
Mariana Xavier soltou o verbo sobre Guilherme Napolitano - Instagram

As polêmicas em torno do relacionamento do Guilherme Napolitano e Gabi Martins dentro do Big Brother Brasil 20 estão nas rodas de debate em todo o Brasil e até os famosos querem dar a sua opinião.

A atriz Mariana Xavier resolveu se posicionar mais um vez sobre o casal em suas redes sociais. Na última semana, ela já havia declarado acreditar que o brother pratica 'gaslighting' - termo que faz referência à violência psicológica usada para desestabilizar e inferiorizar o outro - contra sua namorada dentro do programa. 

Após a formação do paredão no último domingo, 01, o brother foi indicado pela líder Ivy  e está na berlinda contra Pyong e Gizelly. A discussão sobre a torcida pela eliminação do modelo foi pautada a partir de suas próprias experiências em relações anteriores.

"Eu tive um romance relâmpago com um cara que dava sinais de ser SUPER abusivo. Fazia bizarrices e quando eu desabafava com amigos pra pedir opinião vinha com esse papo de "não fala pra ninguém porque as pessoas vão me julgar e o que importa é o que a gente sente" #ForaGuilherme", desabafou no Twitter.

A atriz contou de uma outra situação que passou com o ex marido. Ao chegar em casa, presenciou o mesmo bêbado e gritando com ela da janela do nono andar.

Ela acrescentou: "Ou seja, não gostam de se sentir expostos, de serem constrangidos, mas a forma descontrolada de demonstrar poder é gritar com a mulher, constrangê-la, humilhá-la. Nesse dia da janela foi o auge. Entrei em casa, arrumei uma bolsa e saí de casa pra não mais voltar. Voltei a viver". 

Na tarde de segunda-feira, 02, a morena usou os Stories para justificar os motivos de sua escolha: "Nossa sociedade romantiza relacionamento abusivo. Acha que é normal viver esse 'amor' entre tapas e beijos, que 'briga de marido e mulher não se mete a colher', e assim, seguimos tendo números absurdos de violência contra a mulher no Brasil"

A artista comentou que a régua da violência contra a mulher é gradativa e os abusos psicológicos são feitos no início. "Ou vocês acham que uma agressão física, até um feminício, surge do nada? Sem gradação? Sempre, mas pra chegar, sempre começa com abuso psicológico", analisou. 

A Marcelina de Uma Mãe É Uma Peça explicou o motivo de sua decisão em querer paulista fora do game. Ainda afirmou que a acusação de assédio do hipnólogo contra Bianca Andrade e Flayslane são importantes, mas que prioriza o caso que está acontecendo agora dentro da casa. 

"Importunação sexual é crime. Violência psicológica é crime. Escolher, na dinâmica de um programa que só elimina um por vez, "o mais grave no momento" não significa estar batendo palma ou aprovando o outro comportamento. Amém, gente?", falou. 

Para finalizar, Mari exaltou o momento de debate que o BBB20 está causando nos lares brasileiros: "Façam sua difícil escolha e respeitem a prioridade alheia. O mais importante disso tudo é estarmos finalmente enxergando, debatendo e denunciando formas de violência contra a mulher que ainda são MUITO silenciadas. Ganhamos todas!"

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI