Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Confusão

Campeão do 'The Voice Brasil', Tony Gordon, abre o jogo após ser vaiado durante show

Tony Gordon esclareceu confusão durante show após ter supostamente comemorado saída de Lula da prisão

Máxima Digital Publicado em 11/11/2019, às 12h59 - Atualizado às 13h00

Tony Gordon
Tony Gordon - Artur Meninea / Gshow

Tony Gordon passou por uma situação complicada durante show em Ilhabela, São Paulo, na última sexta-feira, 08. 

Segundo fonte que estava no local, ele foi vaiado e causou alvoroço por parte de apoiadores depois de dizer "Lula Livre" no palco no mesmo dia que o ex-presidente foi solto.

O campeão da última edição do 'The Voice Brasil', esclareceu a confusão e negou que tenha apoiado o político durante sua apresentação. 

"Nunca fiz isso em toda a minha vida, foi um grande mal-entendido, nunca levantei bandeira alguma em toda a minha vida. Quando eu disse ‘Lula Livre’, eu não o fiz em tom de coro e sim como se já tivesse ouvido [da platéia]. Gostaria muito de explicar na hora, mas não consegui", frisou. 

Ele teve que abandonar o show antes do previsto porque a plateia ficou incontrolável.

As pessoas gritavam de um lado e outras vaiavam do outro, e eu realmente não consegui me expressar, mas tudo certo... quem me conhece, sabe que eu nunca, em toda minha vida de música, sequer mencionei algo político em me palco! Lamento, ontem foi um dia muito triste para nossa política e país, as pessoas não têm consciência do mal que fazem para a humanidade agindo daquele jeito uns com os outros, com agressões verbais e físicas. Peço compreensão", disse.

ENTENDA A CONFUSÃO

Alguns fãs de Tony Gordon não aprovaram a atitude do cantor após ele supostamente demonstrar apoio ao ex-presidente Lula. 

O campeão da última edição do 'The Voice Brasil' comemorou a saída de Luis Inácio Lula da Silva da prisão após quase dois anos. 

Durante show realizado nesta sexta-feira 08, no Bourbon Festival em São Paulo ele celebrou a liberdade do membro do PT e acabou sendo vaiado por parte do público e foi apoiado por outra parte.

"Lula livre!", gritou. 

Uma fonte do portal 'Noticias da TV', que estava no momento, contou que ele conseguiu cantar apenas três músicas e teve que interromper a apresentação depois que a plateia se dividiu entre vaias e gritos de "Lula livre". 

"Temos um país lindo, independentemente do que estamos vivendo. Então, com muito carinho venho pedir um Brasil melhor para todos nós. A gente segue na base do amor, cada um respeitando a opinião do outro", pediu para a plateia. 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI