Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » A Fazenda

Climão! Britto Jr. solta o verbo contra direção de A Fazenda: "O apresentador é torturado diante das câmeras"

O antigo apresentador do programa comentou as últimas emoções do reality show

Máxima Digital Publicado em 30/10/2020, às 16h32

Climão! Britto Jr. solta o verbo contra direção de A Fazenda
Climão! Britto Jr. solta o verbo contra direção de A Fazenda - Reprodução/ Instagram

Se tem uma coisa que ninguém pode reclamar, é que A Fazenda 12 não tem emoção e, segundo os telespectadores, talvez um pouco de falta de organização.

Nos últimos dias, a produção precisou voltar atrás de duas decisões. A primeira foi sobre o cancelamento do Poder da Chama vermelha porque Biel acabou dando informações para a Victória. Já a segunda, foi a formação da roça. A produção fez a contagem errada dos pontos e tiveram que refazer a prova e eliminar no mesmo programa ao vivo.

O apresentador por sete edições, Britto Jr., decidiu dar a sua opinião. Fora da Record desde 2016, o jornalista não gosta muito de falar sobre os anos no comando, mas quebrou o silêncio em conversa com o colunista Fefito. 

Ele atualmente se dedica a um canal no YouTube e opina sobre diversos assuntos, já se queixou publicamente de que, quando estava na atração, se sentia engessado pela direção. Britto conta que não tem saudades do reality e nem que o assiste.

Durante o programa, Marcos Mion, atual apresentador, acabou chorando e Britto opinou: "Eu sei porque ele tá chorando. E esse motivo tem nome e sobrenome.". Os internautas entenderam que ele estava falando de Rodrigo Carelli, diretor da atração.

"Quando ele disse 'calma, Carelli', eu já lembrei de você" comentou um  seguidor. "Kkkkk você não pode nem imaginar o que entra nos ouvidos do apresentador nessa hora", rebateu.

"Mion deveria por alguém filmando o diretor no Swicher, falando todas aquelas barbaridades. Mas é difícil porque ele (Carelli) manda trancar a porta", disparou. O jornalista avisou ainda que, a partir de agora, as pessoas passariam a entender a gravidade do que ocorreria nos bastidores. 

Britto ainda avaliou o comportamento de Carelli como sendo uma forma de tortura. "É criminoso! Nos momentos que exigem maior concentração, o apresentador é torturado diante das câmeras. Este é o reality que poucos notam. Todo programa exige responsabilidade. Mas esse contém insanidade no comando geral", afirmou.

Na entrevista concedida a Fefito, Britto falou abertamente sobre momentos de tensão que viveu ao apresentar o programa. "Discordava (da direção) só em 95% do tempo. Eu usava dois pontos. Tinha dias importantes para o jogo em que, por causa de insegurança de quem estava nos bastidores talvez, ficava uma loucura na minha cabeça, recebendo ordens o tempo todo", afirmou, deixando claro que não sente saudades da experiência.

Sobre a atuação de Mion, Britto comentou: "Duvido que ele aguente ficar muitas temporadas à frente do programa. Sei que ele é amigo do diretor (Rodrigo Carelli), desde os tempos da MTV, mas a relação se desgasta. Não acho que ele chegará a sete temporadas como eu cheguei".

A Fazenda é acusada frequentemente de manipulação, Britto não negou e nem afirmou: "Nós, apresentadores, ficamos de fora desses processos de decisão. A gente não sabe muito o que ocorre nos bastidores. Não posso dizer que o jogo é manipulado, assim como não posso dizer que não é".

"Não estou assistindo, mas estou sabendo que têm acontecido erros, até mesmo de matemática. No meu tempo, aconteciam muitos erros, mas eu consertava a maior parte deles", acrescentou.

No final, ainda mandou um recado para Carelli: "Quebra o gesso! Deixa as pessoas mais livres!".

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI