Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Deixe fluir

A dança e o isolamento social: Prós e contras para quem quer se exercitar em casa e dicas para quem quer começar a dançar hoje mesmo

Alline Azevedo, dançarina principal da cantora Anitta, revela os principais cuidados e benefícios para praticar a dança em casa

Máxima Digital Publicado em 31/03/2021, às 15h29

Bailarina comenta prós e contras para quem quer se exercitar em casa e dicas para quem quer começar a dançar hoje mesmo
Bailarina comenta prós e contras para quem quer se exercitar em casa e dicas para quem quer começar a dançar hoje mesmo - DIVULGAÇÃO

O fantástico detalhe da arte é que ela não tem dia, hora e nem lugar. E por mais difícil que pareça, com toda a dificuldade que viemos enfrentando durante a ascensão da Covid-19, é evidente que a arte não pode e nem deve parar. Movimentar o corpo sempre foi um refúgio para muita gente, renovando as energias, aliviando as tesões corporais e ajudando a superar desafios e a enfrentar nossos obstáculos.

Alline Azevedo reforça que se não é seguro sair para dançar, então que seja na sala, no quarto, na varanda, sozinho ou acompanhado. A dançarina expõe pontos positivos e pontos negativos para quem quer começar a criar o hábito de dançar dentro de casa... Afinal, quem canta, ou melhor, DANÇA, os males espanta!

Prós

1. É uma atividade física. Então para quem não gosta de treinar e pegar peso em casa, já é uma maneira legal e descontraída de se exercitar.

2. Ajuda com o tempo ocioso. Quando não se tem ânimo de fazer nada, praticar a dança, além de passar o tempo, ajuda também a melhorar o humor e a disposição.

3. Dançar trabalha a memória! Aprender e decorar uma coreografia de uma música que goste ajuda a exercitar a memória.

4. Sozinho ou com a família, não existe faixa etária para a arte. Ela é válida para o estilo que quiser. Dançar é livre para fazer onde, quando e com quem você se sentir bem, inclusive é uma ótima atividade para fazer com a criançada em casa!

Contras

1. A falta de uma instrução do profissional apto para te corrigir nos movimentos e/ou dar dicas de como executar tal movimento.

2. A falta de calor humano! Estar em uma sala cheia de pessoas te incentiva e te estimula, além da troca de energia. Dentro de casa, pode trazer um leve desânimo.

3. Forçar demais o corpo pode causar uma lesão, então tem que ter um cuidado dobrado, pegando leve e nada de forçar ao extremo já que não tem assistência ao lado.

MAS E PARA QUEM NÃO DANÇA, MAS QUER COMEÇAR HOJE MESMO A PRATICAR?

Para finalizar, a dançarina dá 3 dicas fundamentais para quem quer iniciar a prática e não sabe por onde começar:

1ª dica - Primeiro de tudo, selecione um estilo que goste ou queira aprender. Uma coreografia ou música de um artista que você tenha simpatia!

2ª dica - A princípio já adianto que vai parecer um bicho de 7 cabeças e para quem realmente não tem prática vai parecer impossível. Então tire a palavra “NÃO” da cabeça, você pode sim! É apenas questão de prática, se não entendeu volte o vídeo de novo. Aulas on-line são mais fáceis por ter a resposta rápida do professor, aulas gravadas caso tenha dúvida volte o vídeo várias vezes até entender o movimento.

3ª dica - Se a aula não é a sua praia mas mesmo assim gosta de dançar, apenas coloque uma música e entre na vibe!

O importante é de mexer!

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI