Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » ACUSAÇÃO

Dançarina acusa Mc Livinho de racismo e assédio: "Todo mundo riu e ele ficou satisfeito"

Raielli Leon detalhou os momentos em que foi hostilizada pelo cantor

Máxima Digital Publicado em 03/06/2020, às 09h01

Mc Livinho é acusado de assédio e racismo
Mc Livinho é acusado de assédio e racismo - Instagram

Raielli Leon, mais conhecida como Ray, usou seu Instagram nesta terça-feira, 2, para fazer um desabafo sobre o episódio em que Mc Livinho a assediou e fez comentários racistas com ela. Na ocasião, Raielli foi gravar um clipe do funkeiro com Rodriguinho e Gaab:

“Em novembro de 2017 fui convidada pra gravar um clipe do Rodriguinho, Gaab e Livinho. Fiquei muito empogada, porque tinha começado a gravar clipes. Aí apareceu outro clipe, tinha 9 modelos negras e 10 modelos brancas. Fiquei superempolgada, levei horas pra deixar meu cabelo seco, com cachinhos. Livinho estava lá. Cumprimentei ele e acho que ele soube que eu estaria com ele no outro clipe, não foi com minha cara. Ele passou o clipe inteiro me olhando torto. Fiquei no meu canto”, iniciou.

A dançarina detalhou como tudo aconteceu:

“Fomos gravar a cena, eu do lado dele, dançando na minha. Não sei o que passou na cabeça dele, porque não tem como saber o que passa na cabeça de uma pessoa racista, idiota, escrota. Ele começou a fazer dancinhas obcenas, virado pro meu lado, pegando no saco, como se estivesse sarrando. E fiquei incomodada ali naquele momento. Nem falou comigo o clipe inteiro e do nada fazendo essas brincadeiras”.

Por fim, a modelo contou como o ato racista aconteceu, e ainda disse que quem estava por perto riu:

“Pra confirmar meu incômodo, ele tirou o celular do bolso dele, colocou no meu cabelo, puxou e falou: ‘você roubou meu celular, cabelo!’. Eu já incomodada, tirei a mão dele. Quebrou o meu encanto pelo artista. Todo mundo que estava por perto riu. Maioria começou a rir. Satisfeito, porque ele queria chamar a atenção, deu certo pra ele. Ele repetiu mais duas vezes: pôs a mão no meu cabelo, falou que estava espetando, catou um anel, colocou no meu cabelo, falou que eu tinha roubado o anel dele. E eu inconformada, mandando ele parar”.

Assista ao vídeo: