Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » 'AQUI NA BAND'

Eita! Perereca causa terror e provoca afastamento de apresentadora da televisão

Silvia Poppovic relembrou os momentos de tensão ao achar uma perereca em sua vestimenta

Máxima Digital Publicado em 11/10/2019, às 11h20 - Atualizado às 11h28

Lacombe e Silvia Poppovic
Lacombe e Silvia Poppovic - Instagram

Durante o programa ‘Aqui na Band’ da manhã desta sexta-feira, 11, comandado por Silvia Poppovic e Luís Ernesto Lacombe, a apresentadora fez uma revelação curiosa, o que chamou a atenção dos telespectadores.

Depois de exibir um vídeo onde um menino aparece chorando muito ao ver uma perereca pular em seu braço e depois em seu nariz ficando próximo de sua boca, Poppovic relatou que passou praticamente pelo mesma situação.

A jornalista contou que estava em um sítio com a família e amigos, quando foi ao banheiro. De repente, ela sentiu que tinha alguma coisa no bolso de sua vestimenta, e, quando colocou a mão para ver o que era, sentiu tanto nojo e deu um grito estridente, o que a fez perder a voz: 

“Eu fiquei enojada”, disse ela.

Na época, ela apresentava um programa na Band, e teve que ficar uma semana afastada por conta do grito que deu: de tão forte, machucou suas cordas vocais.

Luís Lacombe, seu colega de programa, também contou um caso parecido.

Lacombe disse que, na época que apresentava um programa de esportes, foi em um banheiro e quando abriu a tampa do vaso, tinham seis pererecas dentro e muitos morcegos voando no local.

Cruzes!

APRESENTADORES SE DESENTENDEM AO VIVO

Silvia Poppovic e Luís Ernesto Lacombe, os apresentadores do programa "Aqui na Band", tiveram uma discussão ao vivo no último dia 23.

Tudo começou por conta da notícia sobre o falecimento da menina Ágatha Vitória Sales Félix, que tinha 8 anos e foi baleada pela polícia no Complexo do Alemão.

Ao contar a história, Silvia deu sua opinião sobre o caso. "Terrível isso. Terrível essa história e esse tipo de segurança pública, que não pensa em salvaguardar a vida da população, mas pensa em sair atirando. Olha o que está acontecendo, realmente lamentável", disse ela.

Lacombe não concordou muito e interrompeu a colega na mesma hora: "Olha, os pais da Ágatha vão prestar depoimento hoje. Acho precipitado a gente dizer o que aconteceu. Vai ser feita uma perícia, mas agora eu vejo as pessoas se voltando contra o trabalho da polícia e eu lembro lá do início da minha carreira... quando houve um fortalecimento do tráfico de drogas, que ganhou uma força inacreditável...", pontuou, que defendendo a presença da OM nas comunidades. 

"A polícia tem que atuar com todo cuidado para preservar a vida de inocentes principalmente. Mas a polícia não pode deixar de atuar nas comunidades de maneira nenhuma. É muito complicado a gente acusar sempre a polícia", completou, ainda.

Percebendo a indireta, Poppovic enfatizou sua versão e rebateu o apresentador: "Não estou acusando a polícia, não. Estou acusando a política de segurança pública, que autoriza a polícia a atirar na cabecinha, como disse o governador. O governo dizer pra sair matando quem aparecer pelo caminho, acaba acontecendo essa desgraça como aconteceu". 

"A gente não sabe se foi realmente a polícia, a gente sabe que os traficantes se protegem", reforçou Luís Ernesto Lacombe, incomodado.

Para finalizar a discussão, Silvia Poppovic, então, não escondeu sua decepção com o companheiro de atração. "Acho que o Ministério Público vai apurar essa história, aliás, já está apurando. Me admira você não estar emocionado... Mas pra quem é carioca, é uma vergonha o que aconteceu. Perder uma menina de 8 anos porque a polícia está excitada no sentido de coibir a violência, não é assim que se faz".

 

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI