Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Decisão

Ex-BBB Paula Sperling comemora caso arquivado na Justiça sobre racismo e injuria religiosa

Após seis meses do reality, Paula Sperling tem caso arquivado pela Justiça e agradece apoio de fãs

Máxima Digital Publicado em 16/10/2019, às 16h16 - Atualizado às 17h04

Paula Sperling
Paula Sperling - Instagram

A ex-BBB Paula Sperling publicou em sua conta no Instagram nesta terça-feira, 15, uma nota de agradecimento aos fãs que a apoiaram após o programa.

Campeã da edição de 2019, a mineira, durante um papo com Hariany e Diego, outros dois participantes do programa, fez alguns comentários considerados racistas e intolerantes frente à religiões de matriz africana. Revoltados, grande parte do público do programa repudiou a atitude da loira. Confira o diálogo:

“Eu tenho muito medo do Rodrigo”, disse Paula.

“Medo dele te mandar (para o paredão)?“, questionou Hariany.

“De tipo mandar ele. Algum dia pegar o líder e mandar ele e sei lá. Ele mexe muito com esses trecos. Ele falou hoje lá, o tempo todo. Ele sabe cada Oxum deles lá. Ele conhece e eu tenho medo disso”, respondeu Paula.

Hariany ainda alertou a amiga que esse tipo de comentário poderia pegar mal: “Mas não fica falando disso, não. Porque às vezes pessoas dessas religiões lá fora ficam com implicância achando que você é preconceituosa”. Sobre o assunto, Paula negou ter qualquer tipo de preconceito.

Porém, seis meses após o programa, O inquérito instaurado acerca de sua participação no reality show foi arquivado.

Paula comemorou a decisão da Justiça e agradeceu o carinho de todos.

LEIA O COMUNICADO

“E hoje com muita alegria venho compartilhar com vocês mais uma vitória, não só a minha mas também da minha família, que tanto sofreu durante toda a minha participação no programa BBB19. Eu nunca havia me pronunciado acerca de tal assunto aqui, mas hoje, para encerrar de vez esse ciclo de muito aprendizado, venho contar a vocês que o único inquérito instaurado referente a minha participação no programa, FOI ARQUIVADO".

Em momento algum houve a abertura de inquérito acerca de um possível cometimento do crime de racismo e injúria racial em relação à raça, cor ou etnia, e em relação ao tema, confesso ter aprendido muito inclusive durante o programa. Enfim, o inquérito arquivado hoje, investigava o possível cometimento de injúria religiosa da minha parte. Meu coração está cheio de alegria, pois eu e quem me conhece de verdade sabem que nunca foi a intenção de ofensa em relação a nenhum integrante do reality, ou sobre qualquer religião”.

Agradeço a todos que me acompanham e torcem por mim, e neste momento, depois de tantas falácias e repercussões, eu digo que tudo na vida é um aprendizado, e nós devemos agradecer por tudo que nos acontece!

Foi a primeira vez que fui para uma delegacia, e fui para lá como uma bandida. Eu dei meu depoimento, e enviaram a denúncia para o Ministério Público. Eu quero muito mudar, lá dentro mesmo, o Rodrigo me dava alguns toques. Eu vi que é uma coisa errada em mim, que preciso segurar muito, porque é errado falar o que falei. Até agora, não falei com Rodrigo, mas acho que não tem interesse da parte dele”.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI