Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » JUSTIÇA

Ex-noiva de Ayrton Senna vira alvo na Justiça após publicar biografia do piloto

Adriane Yamim responderá uma ação movida pela escritora Malu Magalhães

Máxima Digital Publicado em 20/01/2020, às 09h10

Ex-noiva de Ayrton Senna responde processo judicial
Ex-noiva de Ayrton Senna responde processo judicial - Instagram

Adriane Yamim é ex-noiva de Ayrton Senna, falecido há 25 anos.

Ela lançou um livro biográfico no qual compartilha dos momentos ao lado do piloto - ‘Minha Garota’, nome da obra, traz os quatro anos de namoro dos dois. Apesar da homenagem, o livro se tornou alvo da Justiça.

Adriane, de 50 anos, lançou a obra no fim do ano passado, tido como produção independente, ou seja, sem editora. De acordo com informações do jornalista Ricardo Feltrin, a escritora Malu Magalhães decidiu entrar com uma ação para exigir co-autoria, além de indenização por danos morais e de imagem da obra, onde havia tido seu contrato rescindido logo no meio da produção da obra.

Malu havia assinado o contrato por R$ 25 mil e recebeu R$ 10 mil do valor total, e ficou surpresa pelo fato do livro ter sido lançado, visto que a rescisão significava que a obra não seria publicada. No entanto, o processo de acusação de plágio trouxe uma indicação da Justiça para a avaliação de uma comprovação de que se houve, de fato, uma afirmação da escritora.

Em entrevista ao ‘Luciana By Night’, da RedeTV!, Adriane abriu o jogo sobre revelações inéditas de sua relação com Senna:

“Eu me encantei, a paixão veio depois. Eu não acreditava que era comigo. Nunca ganhei tantas flores. Nós éramos muito parceiros, tínhamos uma afinidade muito grande que transpunha todas as barreiras: minha família, a distância, a profissão dele…”, contou.

Ayrton Senna
Instagram

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI