Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » 'LEAVING NEVERLAND'

Ex-segurança de Michael Jackson o defende de acusações de pedofilia e afirma que o cantor era heterossexual: ''Teve muitas mulheres''

Bill Whitfield diz ter trocado confidências com o astro e garante que Michael nunca teve atração por homens

Máxima Digital Publicado em 19/03/2019, às 09h17 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Michael Jackson
Michael Jackson - Reprodução/Instagram

A polêmica do documentário 'Leaving Neverland', exibido no HBO, continua desde que mais denúncias de pedofilia conta Michael Jackson apareceram.

Na madrugada desta terça-feira, 19, o TMZ divulgou uma nota com depoimento de um dos ex-seguranças do astro. 

Em uma recente entrevista ao podcast Hidden Truth Show com Jim Breslo, Bill Whitfield afirma que Jackson era heterossexual e teve muitas mulheres.  Bill fez a segurança de Michael Jackson por dois anos e chegou a escreveu um livro sobre tempo em que trabalhou para o rei do pop.

O ex-funcionário chegou a contar ao veículo que os dois trocavam confidências em seu camarim, onde o cantor falava sobre as mulheres que o atraiam e garante que o dono do rancho 'Neverland' nunca sentiu atração por homens.

Whitfield também revelou uma história de um dia em que ele e o patrão abordaram uma universitária na rua, pois o Michael se encantou pela garota, anotou o número de telefone dela e os dois conversaram pelo menos duas vezes.

Michael Jackson foi casado em 1994 com Lisa Presley, filha de Elvis Presley. Após o término do casamento ele conheceu Debbie Rowe, que foi sua enfermeira durante o tratamento de vitiligo. O casal teve seus dois primeiros filhos: Prince Michael Jackson I e Paris Jackson.

Em 2002, veio o terceiro herdeiro de um relacionamento anônimo, Prince Michael Jackson II, conhecido como Blanket.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI