Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » JUSTIÇA

Justiça toma nova decisão sobre acidente fatal do cantor Cristiano Araújo

Quatro anos após a morte de Cristiano Araújo, a Justiça definiu novo desfecho para o caso

Máxima Digital Publicado em 19/12/2019, às 10h15

Novo desfecho no caso Cristiano Araújo
Novo desfecho no caso Cristiano Araújo - Instagram

Cristiano Araújo e sua namorada Alanna Morais, perderam a vida em um acidente de carro em Goiás há quatro anos.

O caso do cantor, que agora parece ser só lembranças para as pessoas, ainda segue bastante vivo na Justiça brasileira. Nesta última quarta-feira, 18, a A Primeira Turma do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) manteve a condenação por homicídio culposo do motorista Ronaldo Miranda, que estava pilotando o carro em que o cantor sertanejo Cristiano Araújo estava no fatídico dia.

A decisão foi dada após a Justiça analisar o recurso da defesa em que pedia para que o motorista fosse inocentado. Na época da apresentação do recurso, em conversa com o portal G1, o advogado de Ronaldo disse:

“Ele foi condenado, por exemplo, pela falta do uso do cinto de segurança das vítimas, mas isso não era de responsabilidade dele, ele não teria como ter poder sobre isso. Essa pena que prevê pagamentos para a família das vítimas não foi pedida pelo Ministério Público do Estado de Goiás. Vamos recorrer da decisão até a última instância, se for preciso”, disse ele.

O motorista, pela morte do cantor sertanejo Cristiano Araújo, foi condenado a 2 anos e sete meses de prisão, pelo crime de homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Além disso, ele foi condenado a pagar uma multa de R$ 25 mil. Ronaldo Miranda dirigia o carro acima dos limites de velocidade na rodovia e com as rodas do veículo danificadas.

Novo desfecho caso Cristiano Araújo
Instagram

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI