Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » DESABAFO

Marina Araújo, a repórter que foi feita de refém na Rede Globo, faz desabafo e dispara: "Situação limite"

A jornalista contou como lidou com os momentos de tensão na tarde da última quarta-feira, 10

Máxima Digital Publicado em 11/06/2020, às 08h28

Marina Araújo faz desabafo após ser feita de refém
Marina Araújo faz desabafo após ser feita de refém - Instagram

Quem acompanhou o noticiário nesta última quarta-feira, 10, notou um verdadeiro susto que funcionários da sede da Rede Globo do Rio de Janeiro, especialmente a repórter Marina Araújo, passaram.

Um homem invadiu o local com uma faca e fez a jornalista refém, alegando que queria falar com Renata Vasconcellos, âncora do 'Jornal Nacional'. Renata logo apareceu para acalmar os ânimos do rapaz, que quando a viu, soltou a faca e foi detido pela polícia.

Em seu perfil no Instagram, Marina Araújo promoveu um desabafo sobre o ocorrido e agradeceu as imensas mensagens de apoio e carinho:

“Agradeço imensamente pelas mensagens de solidariedade e carinho, depois do episódio de hoje. Me vi em uma situação limite, incontrolável, mas tentei manter a calma. Tive fé. Falei o que podia pra acalmar os ânimos. Contei histórias e deu certo. Ninguém se feriu. Agradeço ao coronel Heitor e a Renata [Vasconcellos]…E todos que ficaram ao meu lado até eu vir pra casa, hoje”.

O acontecimento também repercutiu dentro do 'Jornal Nacional':

“Foi um susto enorme, mas nós recebemos aqui, neste ambiente da Redação, as duas colegas sãs e salvas. E por isso agradecemos também a ação impecável da PM na proteção delas. Não foi um aniversário incrível, né, Renata? Mas o mais importante é que a Marina está bem, que você está bem, e vida que segue”, disse William Bonner.

A jornalista completou: “É isso aí, vida que segue. Desejo paz a todos”.

 

 

 

 

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI