Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » CONEXÃO REPÓRTER

Mulher que acusou Neymar Jr. de estupro concede entrevista a Roberto Cabrini e afirma não querer dinheiro

Najila Trindade alegou ter sido estuprada e agredida pelo ídolo do futebol brasileiro

Máxima Digital Publicado em 06/06/2019, às 08h59 - Atualizado em 22/08/2019, às 01h40

Najila Trindade
Najila Trindade - Reprodução/Instagram

O 'Conexão Repórter', programa do SBT apresentado por Roberto Cabrini, recebeu, com exclusividade, Najila Trindade, a mulher que acusou Neymar Jr. de agressão e estupro.

Durante a entrevista, a moça reafirmou que foi vítima de estupro e de agressão. Najila detalhou a noite em que tudo aconteceu.

“Sou uma pessoa comum, que trabalha, estuda, sou modelo, estudante de Designer de Interiores, que gosta de esportes, dança, sou filha, mãe e sou comum. E fui vítima de estupro, agressão juntamente com estupro”, começou ela.

COMO TUDO COMEÇOU

A modelo conheceu o craque pelo Instagram:

"Mandei uma imagem para ele, mas não foi nude. Ele respondeu, e começamos a conversar. Um tempo depois, ele pediu meu whatsapp e eu passei".

Questionada por Cabrini como a conversa se desenrolou, ela disse que sempre teve desejo em ter relações sexuais com o jogador:  

“Conversei com ele como uma pessoa comum, com intuito sexual, era um desejo meu e ficou claro pra ele isso”.

ATO

Ao chegar no hotel, o atacante do PSG e a estudante de Design trocaram carícias, e ela perguntou se ele tinha preservativo. Ele respondeu que não, e os dois continuaram se acariciando.

Segundo a loira, instantes depois, Neymar a virou de bruços e “cometeu o ato” enquanto “batia na minha bunda violentamente”, mesmo com ela pedindo, por diversas vezes, para que parasse.

ADVOGADO QUE LARGOU O CASO

“O advogado não estava acreditando totalmente em mim e senti preconceito da parte dele. Porque ele disse pra mim que ‘vai ter que cortar a unha’. Deu a entender: ‘você não foi estuprada, fez porque você quis, então vou isentar essa parte. Vou usar agressão porque tenho as provas que são as fotografias’. Acho que ele só acreditou em mim porque ele viu a foto que o próprio Neymar mandou pra mim”, contou ela.

CONVERSAS PÓS CRIME

Najila Trindade alegou ter continuado as conversas após o estupro para que pudesse provar o que aconteceu naquele quarto de hotel:

"Continuei conversando para que ele não parasse de falar comigo, e assim eu conseguisse provar tudo que ele fez. Eu quero justiça".

Situação financeira

A modelo confirmou estar endividada, e que deve R$ 4 mil reais a uma universidade que estudava

Ao final da entrevista, ela deixou claro que espera por justiça e que ele pague por tudo que fez a ela. 

Alegando não querer o dinheiro do artista, a jovem chegou a dizer que não precisa de Neymar para pagar suas contas:

"Existem maneiras mais fáceis de conseguir dinheiro. Não precisaria desse auê todo".

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI