Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos » Oscar 2020

Oscar 2020: 5 lições sobre ser mulher para aprender com o filme Adoráveis Mulheres

Indicado a 6 categorias do Oscar 2020, confira as mensagens por trás do longa

Ivana Guimarães Publicado em 21/01/2020, às 14h00

Confira 5 mensagens por trás do filme Adoráveis Mulheres
Confira 5 mensagens por trás do filme Adoráveis Mulheres - Columbia Pictures

Para quem conhece a história de Adoráveis Mulheres, assistir a sétima adaptação para o cinema do livro de Louisa May Alcott, lançado em 1868, será a chance de ver o trabalho da brilhante Greta Gerwig em ação.

Diretora do longa e leitora atenta da autora norte-americana, Greta já mostrou em trabalhos anteriores como Ladybird – A Hora de Voar que consegue retratar emoções difíceis com maestria, e em Adoráveis Mulheres não é diferente.

Para quem não conhece a história, trata-se da vida das irmãs March, que vivem na Nova Inglaterra, após e durante a Guerra Civil Americana. Jo (Saoirse Ronan), Beth (Eliza Scanlen), Meg (Emma Watson) e Amy (Florence Pugh) são quatro garotas com personalidades muito diferentes entre si e que enfrentam os desafios de crescer e amadurecer, unidas pelo amor que nutrem umas pelas outras.

Com nomes de peso no elenco como Meryl Streep e Laura Dern, o filme retrata o que é ser mulher em diversos ambientes como a família, o trabalho e o amor e é capaz de causar profunda identificação no público, mesmo nos dias de hoje.

Além disso, o filme foi indicado a 6 categorias do Oscar 2020, incluindo Melhor Filme e para te inspirar a ver essa produção incrível, separamos 5 lições sobre ser mulher, aprendidas a partir de frases do longa. Confira:

"A vida é muito curta para ficar com raiva das irmãs"

Mulheres são constantemente comparadas umas com as outras, né? É a tal competição feminina. Somos criadas para nos sentirmos diminuídas pela beleza e inteligência de nossas semelhantes, sem motivo algum.

E quando se trata de irmãs, as comparações são ainda mais recorrentes! O filme de Greta mostra que mesmo com todas as diferenças, é possível admirar e incentivar as mulheres a nossa volta.

"Existem algumas naturezas muito nobres para se conter e altas demais para dobrar"

Temperamento. Ta aí uma palavra que permeia a vida das mulheres.

Seja a tal TPM que dificulta a vida de muitas todo mês, ou sejam questões do passado,  como a histeria, ligada a comportamentos como a raiva e a desobediência, não é de hoje que mulheres têm seus corpos e sentimentos demonizados, né?

Em uma das cenas mais sensíveis do longa, Jo confessa à sua mãe, Marmee, que sua postura geniosa está estragando todas as suas relações e diz que desejava ser mais calma, como a mãe. Nesse momento, Marmee revela que não foi sempre assim e faz com que a filha se sinta acolhida.

"Estou cansada dessa gente que diz que as mulheres são feitas para o amor, cansada, mas também solitária. Sinto-me sozinha"

“A mulher cabe apenas o amor? Mulheres têm alma e mente além de coração”, diz Jo, em um momento de profunda vulnerabilidade.

Quantas de nós já não passamos por isso? Ter tantos planos para além das relações amorosas, mas nos sentirmos solitárias, por o tempo todo alguém dizer que só somos alguém se tivermos um par romântico para nos validar.

"As mulheres precisam viajar para terem suas próprias opiniões"

A personagem de Laura Dern é uma figura de grande importância no equilíbrio familiar. Em todo o enredo, ela estimula que suas filhas trilhem seus próprios caminhos, defendendo que “mulheres precisam viajar para terem suas próprias opiniões.”

"Só porque meus sonhos são diferentes dos seus, não significa que eles são menos importantes"

Interessante notar que as irmãs têm temperamentos diferentes, aptidões diversas, mas o amor entre elas prevalece, mesmo com a distância que se impõe devido ao amadurecimento e à transição para a idade adulta.

Meg, por exemplo, tem o sonho de casar, ter filhos e constituir família, diferentemente da protagonista Jo, que diz nunca querer ser a esposa de ninguém e pretende se focar totalmente na carreira de escritora.

Há um momento da trama em que Meg deixa claro que nenhum sonho é mais importante ou válido que o outro. Fada sensata, né?

Adoráveis Mulheres é uma história cheia de lições sobre o lugar da mulher no mundo e em todas elas o que aprendemos é que não há um só tipo de destino e sim, diversas possibilidades.

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI