Máxima
Facebook MáximaTwitter MáximaInstagram MáximaGoogle News Máxima
Famosos / Famosos

Pâmella Holanda é acusada de homofobia pelo ex assessor

Após a repercussão do assunto a influenciadora se pronunciou nas redes sociais

Máxima Digital Publicado em 03/05/2022, às 11h40 - Atualizado às 11h58

Pamella Holanda é acusada de homofobia pelo ex assessor - Instagram
Pamella Holanda é acusada de homofobia pelo ex assessor - Instagram

Na última segunda-feira, 02, Juan Patric, ex assessor de Pâmella Holanda, acusou a influenciadora de homofobia, em seu Instagram Patric desabafou sobre o assunto e exibiu áudios de Pâmela visivelmente alterada.

"Eu, Juan Patric, venho por meio dessa rede social, me pronunciar acerca da denúncia que fiz! Não foi e nem está sendo fácil trazer isso a público, pois compreendo que estou denunciando alguém por crimes graves e poderá gerar consequências sérias para a minha vida pessoal e profissional.", começou.

"Essa decisão também foi difícil por se tratar de uma figura pública que certamente tem algum poder aquisitivo. Porém, mesmo com tudo isso em mente, mediante a esse fato, não posso me calar, E NEM VOU!", disse.

"Seria hipocrisia da minha parte, uma pessoa que defende e faz parte do movimento LGBTQIAP+, abafar um caso como esse. Nada compra meu silêncio.", acrescentou.

"Por isso, estou hoje aqui para confirmar tudo que foi exposto nessa denúncia. Hoje me encontro com meus maiores medos e fragilidades escancarados a todos vocês.", desabafou.

"Ainda tenho medo de que alguém não acredite em mim, mas, independente se você acredita ou não, isso acontece diariamente e aconteceu comigo. A gente nunca imagina que algo assim pode acontecer com a gente. E quando acontece, até demora para ficha cair.", continuou.

"Quero dizer a todos vocês que passam ou já passaram por algo do gênero, denunciem! Não se calem! Não vou dizer que é fácil, porque não é. Pessoas vão te abandonar no processo, 'amigos' vão se afastar por medo de sofrer danos colaterais.", falou.

Patric ainda disse da importância de denunciar casos de homofobia: "Mas não deixem de denunciar! Só você sabe onde dói, só você sabe o esforço que você terá que fazer para superar tudo isso. Não deixe que isso se perpetue a outras pessoas.".

"E, um dia, nós poderemos ser quem somos, sem medo, sem que pessoas usem disso para nos menosprezar, nos humilhar, fazer com que nós nos sintamos menor do que os gigantes que somos. Faço isso por mim e por todos. Peço também oração para que eu consiga sair dessa situação ainda mais forte do que já sou.", continuou.

"Estou hoje me sentindo amedrontado, e diagnosticado com crises fortes de ansiedade, e inícios de crise de pânico. Estou a base de medicamentos ansiolíticos para poder adormecer e esquecer um pouco E nem isso tem resolvido.", revelou.

"Mas tenho confiança que a justiça será feita, e acima de tudo a Justiça de Deus! Ela pode tardar, mas ela não falha. Não se calem! Não Guardem isso só para você! Uma ferida ela pode ser curada, mas nunca esquecida, sempre haverá uma cicatriz para lembrá-lo.", finalizou. 

Patric também compartilhou alguns áudios de Pâmella, em um deles ela dizia: "Trabalha direito, faz as coisas direito. Deixa de mimimi, deixa de drama. Eu sei que tu é gay e tudo mais, Patric, mas tenha uma postura de homem”.

Se eu sonhar na minha vida que você falou um ‘ai’ do que você viu, ouviu ou sentiu, percebeu da minha casa, com minha filha, com qualquer coisa (…) quem vai perder é você, eu não tenho o que perder não. Não estou lhe ameaçando, não, estou lhe colocando no seu canto, mas lhe falta humildade.", disse Pâmella em outras gravações.

 

ACOMPANHE AS NOVIDADES MAIS QUENTES DO MUNDO DOS FAMOSOS PELO INSTAGRAM TAMBÉM. CLIQUE AQUI